Header Ads




Prefeitura entrega kits de proteção a pacientes renais crônicos

Kits de proteção entregues a representantes de renais crônicos de Santarém. Foto-Ascom Semsa

De acordo com a Organização Mundial (OMS) e o Ministério da Saúde (MS), pessoas portadoras de doenças renais crônicas fazem parte do grupo de risco, por terem baixa imunidade e, portanto, estão mais suscetíveis à transmissão da Covid-19. Para reforçar a proteção dos pacientes e acompanhantes, que precisam sair de suas casas para as sessões de hemodiálise, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), entregou neste sábado (11), kits de proteção individual para a Associação de Renais Crônicos de Santarém. Os kits serão distribuídos no setor de Nefrologia do Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo.

"Entregamos hoje, kits de proteção para aproximadamente 90 pacientes que passam pelos procedimentos de diálise no setor de Nefrologia do Hospital Municipal e, também, para seus acompanhantes, no sentido de garantir maior segurança, pois eles têm que se locomover de suas casas até a hemodiálise e queremos que todos estejam protegidos neste momento, nestas semanas que são consideradas como críticas para o avanço do Coronavírus no Brasil", declarou a secretária de Saúde, Dayane Lima.

A enfermeira coordenadora da Central de Abastecimento Farmacêutico da Semsa, Alba Leal, informou foram entregues aos representantes da Associação 2.000 luvas de procedimentos e 150 máscaras confeccionadas em tecidos.

O presidente da associação, Miguel da Conceição Maciel, explicou como será a distribuição dos kits. "A partir de segunda-feira (13), faremos a entrega em cada turno. A primeira será no primeiro turno às oito horas, quando distribuiremos as máscaras e luvas aos pacientes e acompanhantes. Esses kits ajudarão na proteção de nossos pacientes da hemodiálise do hospital, distribuídos nos quatro turnos".

A Sociedade Brasileira de Imunização recomenda que os pacientes renais crônicos, que tiverem suspeita do Coronavírus não podem interromper as sessões de diálise, e reforça ainda, os principais cuidados como: lavar as mãos com água e sabão, evitar tocar no rosto sem lavar as mãos e evitar aglomerações.

Blogdocarpê com informações Agência Santarém 

Nenhum comentário