Header Ads




Serviços de Sanitização avançam para combater o novo coronavírus em Santarém

Equipe de vigilância sanitária e da Seminfra fazem a desinfectação das ruas em mais uma forma de combate ao novo coronavírus. 

Todas as medidas para contenção e barreiras sanitárias contra a proliferação do novo coronavírus são implementadas diariamente em Santarém. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) adota desde a última quinta-feira (2) o serviço de sanitização de pontos de maior circulação de pessoas. O trabalho iniciou em Alter do Chão, quando foi sanitizada a Praça e Unidade Básica de Saúde da Vila Balneária.

“Estamos com todas as medidas necessárias para a proteção da nossa população contra o Covid-19 e essa é mais uma importante medida para conter a proliferação do vírus. Na noite de sábado, a Vigilância Sanitária fez o procedimento na recepção da Unidade de Pronto Atendimento, a UPA 24 horas, Terminal Rodoviário e na sede da Secretaria Municipal de Saúde e vamos essa semana para outros pontos de circulação de pessoas. Estamos com várias frentes de trabalho na cidade para essa finalidade”, informou a secretária de Saúde Dayane Lima.

Os serviços são realizados sempre no início da noite para a eficácia do trabalho, como informou o chefe da Vigilância Sanitária, Walter Matos. “Os procedimentos são realizados sempre no início da noite. Se trata da manipulação da água sanitária e o hipoclorito de sódio, que misturamos na água para se transformar em um ácido hipocloroso, o qual elimina os vírus e bactérias. Adotamos este horário para uma eficácia melhor na aplicação da sanitização”, explicou Walter.

Fique por dentro de todas as notícias sobre a Covid-19

Walter falou ainda que o trabalho também conta com a ação integrada da Secretaria de Infraestrutura (Seminfra) que com carros pipas já aplicaram a desinfectação na orla. Na próxima quinta, a Feira da Cohab receberá a sanitização e na sexta-feira será a Feira do Aeroporto Velho seguindo o protocolo das demandas solicitadas.

O chefe da Vigilância finalizou pedindo que as pessoas fiquem em casa para evitar aglomerações, pois o vírus não tem perna, a perna do vírus são as pessoas que estão infectadas e podem transmitir facilmente quando circulam nas ruas. "Reforço que evitem circular na cidade, pois quanto menos pessoas estiverem nas ruas, menos contágio terá."

Blogdocarpê com informações Agência Santarém

Nenhum comentário