Header Ads




Com índice de 47,1%, Pará se mantém na 3ª posição do ranking de isolamento na sexta-feira, 22

O Pará permaneceu na 3ª colocação no ranking nacional de isolamento social nesta sexta-feira, 22, com o índice de 47,1%, ficando atrás de Amapá (54,3%) e Acre (47,9%), estados que também estão cumprindo lockdown. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac). A taxa recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 70%, para que possa diminuir o número de infectados pelo novo coronavírus.

Municípios

De acordo com o levantamento, ao analisar as cidades paraenses, os três melhores índices de isolamento na sexta, 22, foram nos municípios de: Anajás (65,7%), Peixe-Boi (63,9%) e Portel (62,2%). Já os piores índices foram registrados em Faro (29,5%), Cumaru do Norte (31,1%) e Santana do Araguaia (31,7%).

Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: Mangueirão (62,5%), Natal do Murubira (64,3%) e Maracacuera (72%). Já onde as pessoas desobedeceram a recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de isolamento, foram: Curió-Utinga (13,8%), Água Boa (30,6%) e Carananduba (30,8%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Cidade Nova VIII (53,7%), Júlia Seffer (54,1%) e Cidade Nova III (54,6%). Já os piores índices observados foram nos bairros Distrito Industrial (29,5%), Icuí-Laranjeira (36,4%) e Heliolândia (37,1%).

Nas 16 cidades onde ocorre o lockdown, os índices foram: Belém (48,5%), Ananindeua (46,8%), Marituba (43,7%), Santa Izabel (45,3%), Santa Bárbara (43,9%), Benevides (44,4%), Castanhal (46,0%), Vigia (44,5%), Santo Antônio do Tauá (44,4%), Breves (52,3%), Abaetetuba (50,8%), Parauapebas (48,4%), Cametá (53,8%), Capanema (53,8%), Santarém (50,1%), Canaã dos Carajás (43,8%).

Penalidades

De 00h01 às 23h59 da sexta, 530 multas foram aplicadas por desobediência ao lockdown, sendo 518 para pessoas físicas e 12 para pessoas jurídicas. Belém registrou o maior número de ocorrências, totalizando 176 multas.

Do domingo, 10, até essa sexta, 4.819 multas já foram aplicadas para quem foi identificado circulando em vias públicas sem necessidade comprovada.

Por Roma News 

Nenhum comentário