Header Ads




Dos 400 respiradores anunciados pelo governo Helder, apenas 139 chegaram em Belém nesta segunda, 4

O Governo do Pará anunciou a compra de 400 respiradores para serem usados por pacientes de covid-19 nos hospitais públicos. A compra de kits com os equipamentos foi anunciada em março no Diário Oficial do Estado (DOE) ao valor inicialmente de R$ 100 milhões e com dispensa de licitação.

Após vários questionamentos sobre o valor da compra, o governo estadual publicou no DOE uma errata, em que informava que na verdade o custo seria de um pouco mais de R$ 50 milhões.

No final de semana, o governo paraense anunciou a chegada dos respiradores e na manhã desta segunda-feira, 4, o governador Helder Barbalho (MDB), apareceu em imagens conferindo as caixas dos equipamentos, que teriam chegado da China em número de 139 e mais 1.6 mil bombas de infusão. Portanto, menos da metade dos equipamentos chegaram ao Estado, mais de um mês depois da compra.

Segundo informações do governo divulgadas na Agência Pará, s produtos chegaram ao Pará em voo fretado pela mineradora Vale.os outros equipamentos como respiradores e bombas de infusão devem sair da China no dia 9 de maio para Belém, totalizando a compra de 400 kits de UTI, mas não tem informação sobre a data de chegada dos equipamentos no Pará.

Dos 139 respiradores recebidos nesta segunda-feira, segundo informa o governo estadual, 80 serão destinados para o Hospital de Campanha de Belém e 30 para o Hospital Galileu, na Região Metropolitana de Belém. Dez respiradores vão para o Hospital de Campanha de Santarém; 10 para o Hospital de Campanha de Marabá; 5 para o Hospital de Campanha de Breves e 4 para o Hospital de Capanema. 556 bombas de infusão vão acompanhar os respiradores. Todos os equipamentos seriam enviados ainda na manhã desta segunda aos municípios selecionados.

Por Roma News 

Nenhum comentário