Header Ads




Durante decreto de 'lockdown', estabelecimentos com serviços essenciais devem fechar às 18h em Santarém

Serviços não essenciais devem continuar fechados — Foto: Odair Leal/Secom-AC

Durante o novo decreto de "lockdown", os estabelecimentos comerciais de Santarém, no oeste do Pará, que realizam atividades essenciais devem abrir às 6h e fechar às 18h. Nesta quarta-feira (27) fiscalizações e barreiras foram montadas para tentar identificar quem descumprir o decreto municipal.

O decreto ressalta que farmácias, clínicas, hospitais, laboratórios, pet shops, casas veterinárias e demais estabelecimentos de saúde, não se enquadram no horário de funcionamento estabelecido. Os serviços não essenciais devem continuar fechados até o dia 31 deste mês.

Ainda conforme o decreto, os prestadores de serviços de delivery de qualquer natureza deverão estar devidamente identificados com o documento do empregador. Desta forma, eles poderão exercer as atividades normalmente. A regra vale para profissionais na área de transporte: taxistas, mototaxistas, entre outros.

Caso haja necessidade de locomoção para realizar uma atividade essencial, a pessoa deverá seguir o rodízio do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para números pares e ímpares de acordo com o dia do mês. Para os trabalhadores dos serviços essenciais, a declaração de vínculo empregatício deve ser apresentada.

As operações de fiscalização e barreiras dos órgãos de segurança foram montadas para tentar evitar que o decreto seja descumprido pela população. O descumprimento acarretará multas e até apreensão de veículos e condução forçada de pessoas.

Por Kamila Andrade, G1 Santarém — Pará

Nenhum comentário