Header Ads




Ex-subsecretário de Saúde do Rio é preso por suspeita de fraude na compra de respiradores

O Ministério Público Estadual e a Polícia Civil prenderam nesta quinta-feira, 7, Gabriell Neves, ex-subsecretário estadual de Saúde e mais três pessoas por suspeita de fraudes no processo de aquisição de ventiladores/respiradores pulmonares pela Secretaria Estadual de Saúde. O equipamento é essencial para tratar casos mais graves da Covid-19 nos hospitais fluminenses.

Além de Gabriell, foram presos Gustavo Borges da Silva e Aurino Batista de Souza Filho e Cinthya Silva Neumann. O grupo é suspeito de ter obtido vantagens na compra emergencial de respiradores para pacientes de Covid-19 no estado. Uma quinta pessoa ainda é procurada.

O MP informou que o processo está correndo sob segredo de justiça e, por isso, não pode dar detalhes da operação.

Nenhum comentário