Header Ads




MAIS DE 60 ANOS DE VIDA PÚBLICA, A FAMÍLIA HAGE DEIXOU UM LEGADO MALDITO PARA PRAINHA E REGIÃO!

Por mais de meio século de vida dedicado a política de Prainha e Região, a família HAGE
deixou um legado de destruição em Prainha, no Oeste do Pará.

Com bens bloqueados pela justiça, com quase uma centena de processos judiciais em andamento na comarca de Prainha, TCM, TCE, TCU, os HAGE procuram montar uma nova estratégia para ganhar fôlego financeiro. 


Para isso, lançaram como pré-candidatos Rosa Hage (Almeirim), Junior Hage (Castanhal), Gandor e Adriene Hage (Prainha). 

O mapa abaixo mostra os passos dessa família que procura se locupletar às custas do dinheiro público.

Em 68 anos de mandatos, a Família Hage não deixou uma obra de relevância no município de Prainha.

O Município de Prainha hoje enfrenta enormes dificuldades para pleitear recursos estadual e federal, pois está todo engessado com demandas junto ao CAUC e Receita Federal.

Demandas essas que impendem o município de receber recursos para serviços e obra municipal.

Na gestão de Patrícia Hage (2013-2016), foram desviados dos cofres públicos de Prainha mais de 15 milhões de reais, dinheiro esse, que eram para construir Escolas, UBS Fluvial,

Praças, Estádio, Pavimentação Asfáltica, Academias de Saúde, Creches, Iluminação Pública. 

Além de várias emendas parlamentares para equipar escolas e outros espaços públicos. 


A pergunta que não quer calar é a seguinte:

Castanhal vai querer testar as habilidades dos HAGE?

Almeirim vai quer mais uma vez experimentar a gestão dos HAGE?

Prainha mais uma vez vai querer ser saqueadas pelos HAGE? 

Você decide!

Nenhum comentário