Header Ads




MBL acusa governo do Pará de superfaturar aluguel de caminhão frigorífico para corpos de vítimas de covid-19

Em uma postagem feita no Instagram, o Movimento Brasil Livre Pará (MBL-PA) acusou o governador Helder Barbalho (MDB) de superfaturar o contrato de aluguel de caminhões frigoríficos para abrigar corpos de vítimas de covid-19 no estado.

A denúncia do MBL é de que o valor pago pelo aluguel do caminhão - R$ 72 mil, segundo o texto publicado no Diário Oficial do Estado - seria suficiente para comprar um veículo de mesmo tipo a cada dois meses. Na postagem o Movimento mostra o print de um caminhão baú frigorífico custando R$ 115.990,00.
De acordo com o texto publicado no DOE, o caminhão frigorífico será utilizado para abrigar corpos recolhidos pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, cujo necrotério encontra-se lotado pelo rápido aumento do número de mortos pela covid-19. Já são 235 óbitos no estado, a maioria na Grande Belém.

Por Roma News 

Nenhum comentário