Header Ads




Moro conclui depoimento após ficar mais de oito horas em prédio da PF de Curitiba

Ex-ministro foi prestar depoimento ao lado do advogado Rodrigo Sanchez Rios, que também defendeu alguns presos pela Lava-Jato
Crédito: © Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O depoimento de Sergio Moro sobre as acusações contra o presidente Jair Bolsonaro já dura mais de oito horas neste sábado, 2. O que chamou a atenção foi uma entrega de pizza ao prédio da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, por volta das 21h30. A oitiva do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública foi marcado após determinação do ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal) e teve início às 14h20.

Um motorista de aplicativo entrou no edifício e atendeu à imprensa na saída. Ele mostrou a nota da fiscal (veja abaixo) e revelou que foram pedidas oito pizzas de quatro sabores diferentes – calabresa, queijo e presunto, mussarela e parmegiana. O pedido, no valor de R$ 291,60, foi feito pelo delegado Maurício Moscardi Grillo, suspenso no ano passado por ter “trabalhado mal” em uma investigação da Lava Jato.

Contudo, Grillo não é um dos participantes do depoimento. Quem comanda o ato com Moro são dois delegados federais da SINQ (Serviço de Inquéritos da Dicor) e três procuradores da República – João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita. Além disso, Moro é acompanhado do advogado Rodrigo Sánchez Rios.

Sergio Moro presta depoimento na Polícia Federal, em Curitiba, depois do ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinar, na última quinta-feira, que o ex-ministro fosse intimado no prazo de cinco dias. O prazo anterior era de 60 dias, mas o novo prazo ajuda a blindar as investigações contra o presidente Jair Bolsonaro.

Apoiadores de Moro e do chegaram a dividir o mesmo espaço em frente à sede da PF e houve confusão. Um cinegrafista da RIC TV (afiliada da Record no Paraná) foi agredido por um manifestante, que o confundiu com um funcionário da TV Globo. Depois da confusão a segurança foi reforçada pela PMPR (Polícia Militar do Paraná).

Segundo informações, o depoimento de Moro começou às 14h20 e chegou à PF por volta das 13h15.

Moro presta depoimento sobre a acusação de Bolsonaro interferir nas investigações da Polícia Federal. As acusações foram feitas eu seu discurso de demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Recentemente, em entrevista à Revista Veja, Moro declarou que tem provas contra Bolsonaro.

Fonte: Paraná Portal

Nenhum comentário