Header Ads




Pará e mais 16 estados prorrogam quarentena e reforçam isolamento para conter o coronavírus

O Governo do Pará anunciou nesta semana a ampliação do isolamento social no mês de maio com o objetivo de conter o avanço do coronavírus. Outros 16 estados, mais o DF, estenderam as restrições de acesso a escolas, comércio e outros locais públicos.

Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia , Santa Catarina, São Paulo e Sergipe são os estados que prorrogaram o isolamento social e endureceram as regras de isolamento social.

Além dos 16 acima, a Região Metropolitana de São Luís, no Maranhão, foi o primeiro local no Brasil a adotar o lockdown (bloqueio total). A duração da medida está prevista para dez dias, a partir da próxima terça-feira, 05.

Isolamento no Pará

O novo decreto de isolamento no Pará determina que até 15 de maio o fechamento de praias, igarapés, balneário, clubes. Na sexta-feira (1º), o governador Helder Barbalho, disse que pode adotar medidas mais duras, como utilizar a força do Estado, para garantir o isolamento social no estado.

De acordo com o governo do estado, o novo prazo se estende, também, aos estabelecimentos de atendimento ao público e paradas de ônibus, que devem ter demarcação de distanciamento social de 1 metro para filas, entre pessoas com máscara.

Nesta semana, o Pará figurou sempre entre os 10 Estados com maior índice de isolamento social, alcançando na sexta-feira o 2º lugar, com 54,74% das pessoas que seguiram o proposto pelos organismos de saúde e ficaram em casa.

Apesar da boa colocação, o índice ainda não é o ideal, visto que o recomendado pelas instituições médicas é 70%. O primeiro lugar ficou com o Distrito Federal, que registrou 56,91% de isolamento.

Por Roma News 

Nenhum comentário