Header Ads




Setor de obstetrícia do HMS pode ser desativado para atender pacientes com suspeita de Covid-19

O prefeito Nélio Aguiar (DEM) informou na manhã desta quinta-feira (7) que o setor de obstetrícia do Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo, em Santarém, no oeste do Pará, poderá ser desativado para atender pacientes suspeitos de Covid-19.

O gestor municipal destacou que se os casos da doença aumentarem e não tiver mais leitos no Hospital de Campanha de Santarém, os pacientes serão transferidos para o setor do HMS que no momento não é referência para o atendimento da Covid-19, mas poderá atender os casos.

"O setor será transformado em enfermaria para pacientes suspeitos da doença. E já conversamos com o Hospital Sagrada Família para que os partos sejam realizados na unidade. Mas isso vai depender no aumento de casos. Mas já estamos nos planejando e verificando maneiras de não entrar em colapso", destacou.

Atualmente, os pacientes com casos de baixa e média complexidades são atendidos pelo Hospital de Campanha. Os casos graves são encaminhados para o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA). A porta de entrada desses pacientes continua senda a Unidade Pronto Atendimento 24h.

Por G1 Santarém 

Nenhum comentário