Header Ads




Lockdown em Belterra é prorrogado até 8 de junho para conter avanço da Covid-19

Lockdown em Belterra é prorrogado até 8 de junho para conter avanço da Covid-19 — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Para conter o avanço da Covid-19 em Belterra, no oeste do Pará, o comitê de crise decidiu prorrogar até 8 de junho o decreto de bloqueio total (lockdown) das atividades não essenciais no município, por meio de decreto municipal. No dia 1º de junho, a cidade havia registrado 63 casos confirmados e seis mortes em decorrência do novo coronavírus, e estava desde o dia 20 com restrição de circulação de pessoas.

Conforme o comitê, a restrição da circulação de pessoas ajuda a controlar o avanço da doença. A circulação é permitida apenas em casos justificáveis e salvo por motivo de força maior. As regras foram estabelecidas no Decreto 729 de 5 de maio do Governo Estadual, e republicado no dia 23 do mesmo mês.

Ainda de acordo com o comitê, fica autorizado o transporte coletivo de passageiros nos trechos intramunicipais, oriundo das comunidades do interior de Belterra, tendo como ponto final o centro da cidade.


Fica autorizada o livre transporte de cargas, especialmente aquelas oriundos do município aos demais e de Belterra para outros.

Decreto municipal

A decisão sobre lockdown foi tomada o dia 19 de maio pelo Comitê de Crises durante uma reunião. Um ofício foi enviado ao Governador Helder Barbalho para inclusão de Belterra no decreto estadual, mas a solicitação não foi atendida por não preencher critérios determinantes, como por exemplo ter o número de casos da doença 50% maior que a média estadual.

Entre as justificativas para o decreto municipal, estão a taxa de ocupação dos leitos no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) e Hospital de Campanha de Santarém, que atendem os pacientes com Covid-19 no oeste do Pará.

Outro fator foi a decretação estadual de "Lockdown" em Santarém, que entrou em vigor no dia 19 de maio. Belterra é município que integra a região metropolitana santarena e há grande fluxo de pessoas entre os municípios.

Por G1 Santarém 

Nenhum comentário