Header Ads




Secretários estaduais de Saúde, Administração e auditor-geral explicam à Alepa sobre gastos de combate à covid-19

Beltrame foi convocado pra prestar esclarecimentos - Crédito: Reprodução - Agência Pará

Em reunião virtual, mas fechada apenas aos deputados estaduais e membros da Comissão de Acompanhamento da covid-19 no Estado do Pará, o secretário estadual de Saúde, Alberto Beltrame, a secretária de Planejamento e Administração, Hana Ghassan e o Auditor-Geral do Estado Giussepp Mendes, explicam à Assembleia Legislativa (Alepa) sobre os gastos relizados peloa administração estadual nas ações de combate ao novo coronavírus no Pará.

Desde que a Alepa suspendeu as reuniões presenciais e as sessões legislativas passaram a ser online, são divulgadas pelo canal de TV da Casa, além dos endereços em redes sociais.

Porém, a reunião desta tarde só os membros da comissão e demais deputados foram autorizados a participar e fazer questionamentos.

Inicialmente, a reunião seria realizada entre os membros da comissão, secretária de Administração e o auditor-geral. Porém, na semana passada a líder do Psol, deputada Marinor Brito, solicitou a inclusão do secretário de Saúde, após a Operação Bellum, realizada pela Polícia Federal no Palácio dos Despachos - sede do governo paraense -, residência do governador Helder Barbalho (MDB) e diversos órgãos da administração estadual, onde foram apreendidos documentos e equipamentos, por determinação da Justiça Federal.

A PF investiga o contrato de compra dos respiradores pelo governo do Pará e a empresa SKN do Brasil, no valor de R$ 50,4 milhões, que apenas 158 aparelhos foram entregues, mas com defeito e tiveram que ser devolvidos e a empresa obrigada a ressarcir o valor de R$ 25,2 milhões que havia sido pago. Até agora, a empresa não ressarciu todo o valor ao Estado.

A reunião foi marcada para começar às 15 horas.

Por Roma News 

Nenhum comentário