Header Ads




Sespa exonera secretário adjunto de Gestão Administrativa que guardava R$ 750 mil reais em casa

Crédito: Redes Sociais.

O secretário-adjunto de Gestão Administrativa da Secretaria de Saúde do Pará, Peter Cassol, foi exonerado do cargo nesta quarta-feira, 10, após a Polícia Federal encontrar em sua casa R$ 750 mil reais escondidos dentro de uma caixa térmica.

A apreensão faz parte da operação “Para Bellum”, deflagrada na manhã desta quarta-feira, 10, que apura fraudes na compra de respiradores pulmonares pelo Governo do Pará.

Os mandados de busca e apreensão foram feitos na casa de Barbalho, no Palácio dos Despachos (sede do governo do Pará) e nas secretarias de Estado de Saúde, Fazenda e Casa Civil.

Segundo o Antagonista, além do governador Helder Barbalho e dos secretários Alberto Beltrame (Saúde) e Persifal de Jesus Pontes (Casa Civil), a Polícia Federal cumpre mandados de busca em endereços relacionados à empresa SKN do Brasil Importação e Exportação.

São alvos Felipe Nabuco dos Santos, Márcia Veloso Nogueira e André Felipe de Oliveira da Silva. E ainda o servidor Celso Mansueto Miranda de Oliveira Vaz, que elaborou o relatório de avaliação técnica dos respiradores, e Peter Cassol Silveira, ordenador de despesas.

Por Roma News 

Nenhum comentário