Header Ads




Pará fica em 3º lugar no ranking nacional de exportação no primeiro semestre de 2020

Minério de ferro aparece em primeiro lugar com US$ 4.9 bilhões exportados para a China
Minério de ferro lidera as exportações paraenses - Crédito: Reprodução - Vale
No primeiro semestre deste ano de 2020, o Pará exportou um total de US$ 8.305 bilhões, com uma variação positiva de 12,60% em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com dados do Ministério da Economia, analisados e divulgados pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Pará (CIN/Fiepa).

Este resultado coloca o Pará em 3º lugar em saldo no ranking nacional, atrás apenas dos estados de Mato Grosso e Minas Gerais.

Em relação às importações, o Estado do Pará comprou um volume de US$ 609 milhões com um aumento de 63,11% de negócios realizados com países da América do Norte, especialmente para os Estado Unidos.

A coordenadora do CIN/Fiepa, Cassandra Lobato, afirma que os números demonstram que apesar de uma conjuntura econômica desfavorável, o Pará conseguiu manter sua presença positiva no mercado internacional. “Nos últimos dois meses, maio e junho, tivemos uma queda no saldo das nossas exportações, o que já era esperado frente a todos os obstáculos que nossas indústrias vêm enfrentando em meio a esse cenário de crise global. Entretanto, é importante ressaltar que, mesmo diante deste quadro tão desafiador, conseguimos manter um resultado positivo nas exportações graças em grande parte ao compromisso das nossas empresas, da nossa indústria em honrar seus contratos internacionais e com isso manter sua competitividade em meio a todos os problemas gerados pela pandemia da Covid-19 que vem atingindo o mercado internacional como um todo”, avalia.

Minério de ferro lidera os produtos exportados pelo Estado do Pará

O setor mineral manteve sua hegemonia como o que mais contribuiu para o resultado geral das exportações no Pará, com 87,62% de participação na balança comercial paraense e US$ 7.277 bilhões em produtos vendidos ao exterior, principalmente para o mercado asiático. Entre os minerais, o minério de ferro aparece em primeiro lugar com US$ 4.906 bilhões exportados para a China.


Entre os produtos tradicionais, mesmo com uma variação negativa de 16,62%, a madeira se manteve em destaque com a exportação de US$ 101 milhões, tendo como principal destino os Estados Unidos.

Já a soja apresentou variação positiva em relação ao mesmo período de 2019, com 48,39% e US$ 471.687 milhões exportados, principalmente para a China. Outros produtos que também tiveram desempenho positivo entre os não tradicionais foram as carnes e bovinos, com um valor exportado de US$ 209.856 milhões e variação positiva de 107,57%; e os óleos combustíveis, que neste primeiro semestre tiveram um crescimento de 163,22% em relação ao ano anterior, com US$ 20.158 milhões em exportações.

Os dados mostram que no período houve um aumento de 16,11% no volume de exportações para o continente asiático, principal bloco econômico a realizar negócios com o Estado do Pará. Ao todo, de janeiro e junho deste ano, a Ásia comprou US$ 5.421 bilhões. Um ponto a destacar também, foi o aumento de 492% das exportações do Estado para o Mercosul.

Fonte: CIN/Fiepa

Nenhum comentário