Header Ads




Após um ano, Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária deixa o Pará

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, quem autorizou o envio da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária para o Estado
Crédito: Bruno Cecim / Ag.Para

A Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP), do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) se despediu do Pará neste sábado, 22. Os agentes desembarcaram no estado em agosto de 2019 para atuar no sistema carcerário estadual, apoiando as ações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) na transformação das unidades prisionais, que estavam sob controle de organizações criminosas

Com o início dos procedimentos no Complexo Penitenciário de Santa Izabel e em unidades da Região Metropolitana de Belém, os 371 agentes federais se dedicaram a treinar os servidores estaduais nos aspectos físico, operacional e intelectual, dando condições para a atuação em situações rotineiras e de crise no ambiente prisional.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, quem autorizou o envio da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária para o Pará. Os agentes federais ficariam no estado por 30 dias, mas o prazo foi prorrogado diversas vezes.

O efetivo da Força-Tarefa estava distribuído por unidades prisionais da capital e dos municípios de Santa Izabel do Pará e Marituba, na Região Metropolitana de Belém; de Santarém e Altamira, na região oeste, e Parauapebas, no sudeste. Inicialmente, a equipe se juntou a outros 135 policiais militares treinados para operações penitenciárias, e posteriormente foi agregada a outras forças especiais.

Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário