Header Ads




Belém e outros 31 municípios avançam para fase amarela de risco intermediário para covid-19

Com a nova classificação, shoppings e igrejas podem receber público maior, mas medidas se segurança seguem obrigatórias
Fonte Agência Pará

Belém e outros 31 municípios paraenses passaram da bandeira laranja para a amarela na classificação de risco da covid-19. Isso quer dizer que as cidades com a nova classificação saíram do risco médio para o intermediário, de acordo com a avaliação de contágio pelo novo coronavírus.

As duas principais mudanças para a população em geral, estão relacionadas a taxa de ocupação de alguns espaços. A primeira delas são os shoppings, que tem seu público aumentado em 10%, passando de 50% para 60% o limite permitido. As instituições religiosas também poderão receber mais pessoas. A taxa de ocupação, que era de até 100 pessoas, com a nova indicação, sobe para até 200 pessoas. O decreto também autoriza visitas prisionais e socioeducativas. Em todos os casos as medidas de distanciamento social e protocolos de segurança seguem obrigatórios. As mudanças entraram em vigor com a publicação do decreto estadual na noite de terça-feira, 18, no Diário Oficial do Estado.

Além de Belém, os municípios com a nova classificação são: Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara, Acará, Bujaru, Colares, Concórdia do Pará, Santa Isabel do Pará, Santo Antônio doTauá, São Caetano de Odivelas, Tomé-Açu e Vigia. No Marajó Oriental, as cidades com a bandeira amarela são Afuá, Cachoeira do Arari, Chaves, Muaná, Ponta de Pedras, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista e Soure. Na Região Tocantins passaram ao risco intermediário as cidades de Abaetetuba, Baião, Barcarena, Cametá, Igarapé-Miri, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Moju e Oeiras do Pará.

Ao todo são cinco níveis de bandeiramento: vermelho, laranja, amarelo, verde e azul. Continuam em amarela a Região de Carajás, do Marajó Ocidental e o Nordeste paraense. O Baixo Amazonas, do Xingu, do Araguaia e do Tapajós, que alcançam pouco mais de 40 municípios, seguem na classificação laranja, nível médio.

Mesmo com os avançosm as medidas preventicas e os protocolos de saúde permanecem obrigatórios.

Entenda as bandeiras:

- Risco Alto (vermelha) - municípios com taxa de transmissão alta e baixa capacidade do sistema de saúde

- Risco Médio (laranja) - municípios com taxa de transmissão média e média capacidade do sistema de saúde

- Risco Intermediário (amarela) - Municípios paraenses com taxa de transmissão intermediária e média capacidade

- Risco Baixo (verde) - Municípios com taxa de transmissão baixa e alta capacidade do sistema de saúde

- Risco mínimo (azul) - Município com taxa de transmissão mínima e alta capacidade do sistema de saúde

Fonte Roma News 

Nenhum comentário