Header Ads




Equatorial Pará alerta: aumentou o número de acidentes entre veículos automotores e postes na região do Xingu

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, houve elevação de mais de 200 % no número de acidentes, somente nos sete meses de 2020
O número de acidentes de trânsito com quebra de postes de energia, conhecidos como abalroamento, tem sido preocupante. Em 2019, foram registrados 35 casos na região Xingu. Este ano, até o mês de julho, um levantamento feito pela Equatorial Energia Pará registrou 113 acidentes. Os três municípios com maiores registros são Altamira, Vitória do Xingu e Pacajá.

A situação, que além de colocar em risco a vida de motoristas e passageiros, também causa danos à rede de distribuição e à população, porque muitas vezes ocorre interrupção de energia elétrica.

Três fatores contribuem para os abalroamentos: excesso de velocidade, motoristas dirigindo sob efeito de álcool e, ainda utilizando o celular.

Para o executivo de manutenção da Equatorial Pará, Mariocahy Paiva, esse tipo de situação gera transtornos à população e desperdícios de investimento. “Os recursos utilizados para repor os postes e seus componentes, poderiam estar sendo empregados na ampliação das ações de melhoria da qualidade de energia fornecida para os clientes”, afirma.

Quando há quebra de poste e rompimento de fiação, o custo mínimo de material e serviço é superior a R$ 3 mil.

Para evitar maiores transtornos a Equatorial Energia Pará desenvolve ações educativas onde reforça o alerta aos motoristas.

ORIENTAÇÃO - É importante lembrar que, as pessoas não se aproximem de fios e cabos partidos ou caídos e que não toquem em pessoas ou objetos que estejam em contato com a rede elétrica.

Em caso de ocorrências dessa natureza, a distribuidora orienta que a população entre em contato pela Central de Atendimento 0800 091 0196, disponível 24 horas por dia. Além disso, disponibiliza os serviços por meio do site www.equatorialenergia.com.br e ainda pelo WhatsApp disponível no número (91) 3217-8200.

Nenhum comentário