Header Ads




Médicos estrangeiros protestam em frente à Casa Civil e exigem que governo do Pará mantenha os contratos

Crédito: Reprodução WhatsApp

Um grupo de médicos que faz parte dos estrangeiros que terão contratos suspensos por decisão da justiça se manifesta em frente à Casa Civil do Pará na manhã deste sábado. Eles reivindicam a manutenção dos contratos e das hospedagens que vinham sendo garantidas pelo Estado. Na tarde de sexta-feira, 14, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) disse que vai suspender os contratos dos médicos, o que atingirá 110 municípios do Pará.

A suspensão acata uma determinação da Justiça do Pará, que atendeu ação movida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), que pediu que esses profissionais deixem de trabalhar no território paraense.

Porém, a Sespa informou que recorreu da decisão mas o pedido ainda não foi apreciado. A suspensão deveria ocorrer de forma gradual, mas muitos médicos foram surpreendidos neste sábado já sendo intimados a deixar os hotéis onde se hospedam nos diversos municípios atendidos.

A Sespa disse em nota que vai tomar todas as medidas judiciais cabíveis para reverter a decisão.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário