Header Ads




Polícia procura suspeito de matar agricultor em comunidade rural de Rurópolis, no Pará

Pedro Foquite é suspeito de o agricultor Wuceli Mendes, em comunidade rural de Rurópolis, no Pará — Foto: Polícia Civil/Divulgação

As polícia Civil e Militar de Oriximiná estão à procura de um homem suspeito de matar o agricultor Wuceli Mendes Machado, 40 anos, na manhã de terça-feira (25), em propriedade rural no km 75 da Vicinal Sul, em Rurópolis, sudoeste do Pará.

O suspeito do homicídio foi identificado como Pedro Foquite. E o crime teria sido motivado pela queima de parte de uma plantação de milho de Foquite no terreno do cunhado da vítima.

De acordo com boletim de ocorrência registrado pela esposa de Wuceli, Rosineide Barbosa, o irmão dela havia permitido que Foquite plantasse milho na propriedade dela. Cerca de 20 dias atrás, Foguite colheu o milho e deixou uma parte no terreno do irmão de Rosineide. Porém, um fogo iniciado num terreno vizinho acabou se alastrando para a propriedade queimado o milho ali deixado.

Na segunda-feira (24), Rosineide e Wuceli haviam ido até a comunidade Divinópolis, em Rurópolis, onde encontraram Foquite consumindo bebida alcoólica. Na ocasião, segundo relatos de Rosineide, Foquite acusou Wuceli de ter queimado o milho. Wuceli disse que não havia queimado nada, que o fogo havia se alastrado do terreno vizinho. A conversa teria encerrado sem discussão. Porém, na manhã de terça-feira, quando Wuceli tomava café em sua casa, foi surpreendido com a chegada de Foquite armado de espingarda.
Corpo de Wuceli Mendes ficou no local do crime até a chegada da polícia — Foto: Reprodução/Redes Sociais
“Quando o Wuceli viu que Pedro estava tirando a espingarda do ombro ele ainda tentou correr, mas foi atingido com um tiro na nuca, caindo para o lado de fora da casa”, contou Rosineide. Ela disse que correu ao redor da casa pedindo que Foquite não fizesse aquilo. Ele subiu em uma moto e fugiu.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Rurópolis, sob o comando do delegado Ariosnaldo Vital Filho.

De acordo com a polícia, o suspeito de ter cometido o homicídio é cego do olho esquerdo, tem cerca de 45 anos, e segundo informações de populares ele morava sozinho em um barraco. Há suspeitas de ele possa ter fugido para a cidade de Tucumã próximo a Marabá.

O corpo de Wuceli foi removido para o exame cadavérico no município de Itaituba, sudoeste do Pará. A arma do crime não foi encontrada. A polícia continua realizando buscas no local e redondezas.
Área queimada onde havia milho deixado por Pedro Foquite — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário