Header Ads




Tomate levou preço da cesta básica do paraense para o alto com um aumento de 25% em 2020

Estudo do Dieese compara a trajetória do produto nos sete primeiros meses do ano
Crédito: Agência Brasil

O preço do tomate consumido pelo paraense apresentou um aumento de 25% nos sete primeiros meses do ano de 2020, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese/PA). O produto foi um dos que puxaram a alta da cesta básica que, mesmo tendo apresentado recuo em julho, comprometeu cerca de 45,62% do salário mínimo.

De acordo com o estudo, em dezembro de 2019, o quilo do tomate custou em média R$ 4,13. Já em 2020 seguiu a trajetória: janeiro, R$ 4,82; fevereiro, R$ 6,78; março, R$ 6,03; abril, R$ 5,88; maio, R$ 5,88; junho, R$ 5,73; e julho, R$ 5,15.

Com isso, em julho, o quilo do tomate apresentou um recuo de 10,12% em relação aos preços de junho. Entretanto, no balanço comparativo dos preços médios dos sete primeiros meses deste ano, o produto apresentou um reajuste acumulado de 24,7%, contra uma inflação calculada para o mesmo período em 0,8%.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário