Header Ads




Advogado preso por armazenamento de pornografia infantil foi para penitenciária; delegada arbitrou fiança

O valor arbitrado foi de 80 salários mínimos, pouco mais de R$ 83 mil, que a defesa ainda tenta baixar.
Marcelo Spínola Salgado foi preso por armazenamento de pornografia infantil — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foi mandado para o Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura na tarde desta terça-feira (15), o advogado Marcelo Spínola Salgado, de 61 anos. Fiança no valor de R$ 83.600 equivalente a 80 salários mínimos foi arbitrada pela delegada Milla Moura, mas o advogado não teve como arcar com a fiança. Ele foi preso pela manhã em sua residência, no bairro Santíssimo, em Santarém, oeste do Pará, por armazenamento de pornografia infantil.

De acordo com o advogado Igor Dolzanis, que está atuando na defesa de Marcelo Spínola, a fiança foi arbitrada em razão do crime de armazenamento de pornografia infantil, do qual seu cliente é suspeito, tem pena de até 4 anos de prisão.

"Após a prisão, foi requerido pela defesa técnica a fiança, visto que a pena é inferior é de 4 anos. O meu cliente tem os requisitos para responder em liberdade ou pleitear uma redução do valor da fiança. O valor ainda não foi pago e vamos esperar pela audiência de custódia", destacou o advogado de defesa.

Marcelo Spínola deve passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (16), no Fórum da Comarca de Santarém, onde há alguns dias, esqueceu um pen drive com arquivos de pornografia infantil.

Fonte  G1 Santarém 

Nenhum comentário