Header Ads




Concessionária de energia do Pará alerta para o risco de utilizar celulares enquanto carregam na tomada

Concessionária de energia do Pará alerta para o risco de utilizar celulares enquanto estão carregando — Foto: Divulgação

A concessionária de energia do Pará, Equatorial Energia Pará, emitiu alerta para o risco de utilizar aparelhos celulares enquanto estão carregando. Em agosto deste anos, Matheus Macedo Campos, de apenas 11 anos, morreu após descarga elétrica recebida enquanto usava um telefone celular que estava carregando em sua casa, em Santarém, oeste do estado.

De acordo com o executivo de segurança da concessionária, Alex Fernandes, o usuário precisa evitar utilizar o aparelho celular enquanto está carregando a bateria na tomada porque a temperatura da bateria automaticamente, desta forma o dispositivo pode superaquecer e explodir, ou até mesmo gerar uma descarga elétrica.

"Nesses casos, o carregador funciona como um transformador de energia e se falhar, pode acontecer uma descarga da rede elétrica e a pessoa levar um choque. O risco é maior ainda em dias de chuva devido a possíveis descargas elétricas intensas. Outra dica muito importante é não mexer no aparelho enquanto carrega se estiver com o corpo molhado", destacou o executivo.

Alex recomendou também que se deve utilizar sempre carregadores e cabos originais aos aparelhos, porque eles foram feitos exclusivos para o modelo comprado, senão a diferença de voltagem das especificações entre o aparelho e um carregador ou cabo genérico pode oscilar a energia e com isso ocorrer descargas elétricas.

Não pode deixar o celular carregando em lugares muito quentes, como também em superfícies com água, como banheiros e cozinhas, e propício a incêndios, como camas, banco de carro, perto de cortinas, objetos de madeira ou que propaguem fogo.

Além do mais, a preocupação com a rede doméstica de energia também é crucial para evitar qualquer tipo de acidente com dispositivos eletrônicos.

"Toda rede elétrica e as tomadas têm um prazo de validade, geralmente de cinco anos. Após esse período, é necessário fazer a manutenção. É muito importante não sobrecarregar a rede da sua residência", finalizou.

Fonte G1 Pará


Nenhum comentário