Header Ads




Conflito entre INSS e médicos peritos prejudicam atendimentos aos segurados

Profissionais da saúde acusam o órgão de não ter feito as adaptações necessárias nas agências para receber os segurados

Enquanto os segurados sofrem com serviços atrasados, a queda de braço entre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e os médicos peritos parece não ter fim. Os profissionais da saúde acusam o órgão de não ter feito as adaptações necessárias nas agências para receber os segurados, em ambiente que gera aglomeração e tem público em grande parte idoso, já o instituto aponta que os peritos pedem melhorias que estariam além do escopo de prevenção da covid-19.

O INSS admite que "algumas agências" não atendiam todo o protocolo exigido pela Perícia Médica Federal, mas foram retiradas da lista dos locais que abririam na última segunda-feira, 14, e retornarão assim que todos os protocolos forem atendidos, "da forma mais célere possível".

"Informamos ainda que grande parte das agências apresentaram problemas estruturais relativos à perícia, mas não aos protocolos de segurança em relação à covid-19, como é o caso de rota de fuga para o perito, o que não impede a abertura para os demais serviços que foram oferecidos normalmente desde a manhã desta segunda-feira: cumprimento de exigência, justificação administrativa, avaliação social e reabilitação profissional", diz o INSS em nota

O INSS promete inspeções em conjunto com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, que representa a Perícia Médica Federal, nas salas de perícia médica entre esta terça e quarta-feira,16. O órgão não informa, contudo, quando pretende retomar plenas atividades - e os peritos contestam essas novas inspeções. Presidente do instituto admite que faltou planejamento na reabertura das agências

Em meio à pandemia do novo coronavírus e restrição de atendimentos presenciais por quase seis meses, os segurados veem a solução de suas pendencias cada vez mais distante. Até em poucas agências cujos protocolos foram aprovados pelos peritos, a retomada da perícia médica parece não ter data para atender ao público.

Fonte: G1/ Roma News 

Nenhum comentário