Header Ads




Delegado que é candidato à prefeitura de Oriximiná é intimado pela corregedoria da PC

William Fonseca está sendo investigado por suposto abuso de autoridade que teria sido cometido antes do seu afastamento para concorrer às eleições.
Delegado William Fonseca — Foto: Márcio Garcia/Arquivo pessoal

A intimação do delegado William Fonseca, de Oriximiná, oeste paraense, para prestar esclarecimentos à Corregedoria Geral da Polícia Civil, às vésperas do prazo final para registro de candidaturas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pegou de surpresa o candidato do PRTB à Prefeitura de Oriximiná e seus apoiadores.

De acordo com o presidente do PRTB em Oriximiná, Renan Guimarães, a intimação foi entregue a uma funcionária do delegado, na residência dele por volta das 17h de sexta-feira (25) para que ele comparecesse na manhã deste sábado (26) à delegacia local para prestar esclarecimentos.

Para o presidente do PRTB, essa intimidação é vista pelo partido como uma tentativa de intimidação para fazer o delegado que está licenciado de suas funções, desistir de concorrer às eleições deste ano. "O delegado muito contribuiu para Oriximiná combatendo os crimes, principalmente tráfico de drogas e homicídios e hoje, nunca deixou a população sem resposta. E hoje a polícia muda de lado, a própria polícia civil vem contra um de seus funcionários mais ilustres de forma politiqueira, intimidando e intimando a depor em casos que nós desconhecemos, o que deixou a população bastante revoltada com essa atitude", disse.

Manifestação de apoiadores de William Fonseca em frente à delegacia de Oriximiná — Foto: Márcio Garcia

Minutos depois que William Fonseca chegou à delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento, diversos apoiadores se juntaram em frente ao local com cartazes e palavras de ordem em favor do delegado candidato à Prefeitura de Oriximiná.

O G1 fez contato com a Polícia Civil e aguarda posicionamento sobre o assunto.

Gonte G1 Santarém 

Nenhum comentário