Header Ads




Eleições Municipais do Pará custarão quase R$ 35 milhões

Mulheres são maioria dos eleitores do Pará; há 2.905.989 eleitoras e 2.851.826 homens
Urnas eletrônicas recebem manutenção - Crédito: Reprodução - TRE/PA

O custo dos equipamentos e material para a Justica Eleitoral viabilizar toda a logística das eleições municipais nos 144 municípios paraenses será de R$34.777.698,35, de acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE/PA).

Por causa da pandemia da covid-19, excepcionalmente nesta eleição municipal, os eleitores paraenses não utilizarão a biometria para evitar proliferação da doença na hora da identificação.

O Estado do Pará conta com 100 zonas eleitorais, sendo dez ZEs na capital, duas em Ananindeua e três em Santarém na região oeste.

Para realizar as eleições, o TRE/PA utilizará 20.571 urnas eletrônicas, que são continuamente testadas, mesmo em ano não eleitoral.

Do total de urnas 17. 824 estarão nas seções de votação e 2.7mil são urnas de contingência – reserva técnica – que são utilizadas em qualquer emergência.

Em Belém, serão utilizadas 2.759 urnas eletrônicas. O segundo maior colégio eleitoral, que é Ananindeua, na Grande Belém, são disponibilizadas 888 urnas e Santarém, terceiro maior colégio eleitoral paraense, 795 urnas eletrônicas são disponilizadas.

Mulheres são maioria dos eleitores do Pará

O Estado do Pará tem 5.758.120 eleitores cadastrados na Justiça Eleitoral. Destes, 1.009.732 são da capital; 330.014 de Ananindeua e 221. 537 de Santarém.

Deste número geral de eleitores, 2.905.989 são eleitoras e 2.851.826 são do sexo masculino.

Os três municípios são as únicas cidades paraenses onde podem ocorrer segundo turno, já que têm mais de 200 mil eleitores, cada, como prevê a legislação eleitoral.

354.977s eleitores do Estado do Pará (0,62 % ) são moradores de áreas ribeirinhas; 18.910 (0,33% ) são indígenas e 864.816 (15,02 %) habitam na zona rural. O restante são eleitores das zonas urbanas paraenses.

Mais de 80 mil mesários atuarão nas eleições do Pará

Para as eleições municipais de 2020 no Pará, a expectativa da Justiça Eleitoral é a participação de cerca de 82 mil mesários voluntários.

Em Belém a previsão é de participação de cerca de 11 mil mesários e mais 320 supervisores.

Em Ananindeua, são aguardados cerca de 3.8 mil entre mesários e supervisores. Em Santarém, a previsão é de atuação de 3.7mil pessoas no processo eleitoral, contando os mesários e supervisores.

Os mesários voluntários recebem treinamento virtual, através texto e vídeos, realizada no ambiente de educação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Por causa da pandemia o TSE mudou a data da eleição municipal, que seria dia 4 de outubro, passou a ser dia 15 de novembro. O segundo turno está previsto para o dia 29 de novembro.

O horário da votação começa mais cedo, às 7 horas e encerra às 17h. A recomendação é de que eleitoras e eleitores com mais de 60 anos utilizem, preferencialmente, o horário compreendido entre 7h e 10h da manhã.

Fonte: TRE/PA/ Roma News 

Nenhum comentário