Header Ads




Três candidatos a prefeito de Belém já foram anunciados e outros oito serão confirmados nesta semana

Em Belém, a maioria dos partidos vai realizar as convenções dia 16, data final para consolidação das candidaturas
Eleições 2020 em Belém poderá ter onze candidatos - Crédito: Reprodução - TSE

Esta semana será decisiva para os partidos e coligações definirem nas convenções as candidaturas para prefeituras e para as câmaras municipais. O calendário eleitoral determina que as convenções partidárias devem ser realizadas até o dia 16 de setembro. As candidaturas devem ser registradas até o dia 27 deste mês.

Em Belém, a maioria dos partidos deixou para os dois últimos dias do prazo para a relização das convenções. Mas, já há legendas que realizaram as convenções partidárias e confirmaram seus candidatos.

O primeiro a realizar a convenção foi o PRTB, no sábado, 5, anunciando o ex-senador Mário Couto como candidato a prefeito. O candidato a vice na chapa ainda não foi anunciado.

Neste sábado, 12, o Diretório Municipal do Patriota em Belém anunciou o nome do delegado federal, Everaldo Eguchi como candidato a prefeito da capital paraense.

O PSTU também já realizou sua convenção e confirmou o nome de Cleber Rabelo para disputar a Prefeitura de Belém e como candidato a vice Seu Alex, ambos operários da construção civil. A convenção foi realizada de forma on line pelo aplicativo zoom, autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em virtude da pandemia da covid-19. O partido é a única legenda de esquerda que não se integrou à candidatura de Edmilson Rodrigues à Prefeitura de Belém.

Candidatura de Edmilson Rodrigues aglutina sete partidos de esquerda

Também dia 16, será a convenção da frente ampla dos partidos de esquerda. A coalizão que reúne Psol, PT, Rede, PDT, PCB, PCdoB e UP, vai referendar o nome do deputado federal Edmilson Rodrigues, que disputará pela quinta vez o cargo de prefeito da capital paraense. Edmilson já foi prefeito de Belém por dois mandatos (1997 a 2004).

Em acordo entre as duas legendas, o PT será o vice na chapa majoritária. Na sexta-feira, 11, em reunião entre os membros do partido, foi anunciado que o PT mudaria o nome anteriormente anunciando da Ivanise Gasparim para compor com Edmilson Rodrigues. Neste sábado, 12, o PT divulgou nota, alegando que a ex-secretária na gestão Ana Júlia Carepa à frente do governo do Pará, abria mão da candidatura por problemas de saúde.

Porém, fontes do PT afirmam que o problema de manter a candidatura da ex-secretária seriam os processos judiciais, que ela responde da suposta fraude da compra de kits escolares durante o governo da Ana Júlia, em 2009.

A ex-vereadora Milene Launde, que estava na disputa, acabou abrindo mão e indicou o voto no ex-deputado estadual Edilson Moura. Após de uma disputa interna com a ex-deputada estadual Regina Barata, Edilson Moura acabou saindo vencedor com oito votos dos dirigentes petistas. Seu nome será confirmado na convenção na quarta-feira.

A convenção conjunta da frente de esquerda, liderada pelo Psol está marcada para começar às 16 horas, no Hotel Sagres.

Frente partidária vai referendar candidatura de Thiago Araújo à Prefeitura de Belém

O Cidadania confirmará o nome do deputado estadual Thiago Araújo como candidato da aliança formalizada com PSDB, DEM, PV e PMN. A convenção também será realizada na quarta-feira, 16, no Ginásio do Sesi. No evento também será anunciado o nome do candidato a vice-prefeito, que deverá ser do PSDB.

Na quarta-feira, 16, às 17, no Insanu Marina Club, o PSB realizará sua convenção e confirmará o nome do deputado federal Cássio Andrade como candidato a prefeito de Belém, além do candidato a vice na chapa majoritária e dos candidatos a vereadores que concorrerão pela legenda.

No PSD, a situação é a mais difícil de todas as legendas que pretendem disputar a prefeitura da capital paraense. O deputado estadual Gustavo Sefer e o deputado federal Eder Mauro travam uma disputa interna que será decidida na convenção, através dos votos dos membros do partido.

Os dois parlamentares se lançaram como pré-candidatos e oficializaram ao partido suas pré-candidaturas. Ambos afirmam que a decisão se dará na convenção.

O MDB, também realizará sua convenção em Belém na quarta-feira, 16. O deputado federal José Priante será confirmado como candidato a prefeito da cidade. O nome do candidato a vice ainda não foi anunciado e será escolhido na convenção.

Convenções são realizadas com protocolos sanitários e no formato híbrido

Por causa da pandemia da covid-19, nestas eleições o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou que as convenções podem ocorrer por meio virtual ou presencial ou até de forma híbrida. Os partidos devem decidir o formato. Todos os eventos são transmitidos ao vivo pelas redes sociais dos partidos.

Com a mudança da data da eleição para prefeitos e vereadores, que seria dia 4 de outubro para 15 de novembro, os prazos do calendário eleitoral também foram expandidos. A Emenda Constitucional Nº 107/2020, também marcou o dia 29 de novembro para realização do 2º turno das eleições, nos municípios onde há mais de 200 mil eleitores.

Após a realização ds convenções partidárias, os partidos e coligações têm entre o período de 31 de agosto a 26 de setembro para fazer o registro de candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA).

A propaganda eleitoral está prevista para começar no dia 27 de setembro, nas emissoras de TV, rádio e também na internet. O calendário eleitoral prevê que o 18 de dezembro é o prazo final para diplomação de prefeitos e vereadores eleitos.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário