Header Ads




Empresa de Brasília é vencedora da licitação para venda de passagens do transporte público em Santarém

O resultado do pregão eletrônico nº 072/2020 – Semgof, foi homologado no dia 6 de outubro.
Ponto de ônibus na Av. Rui Barbosa, no Centro de Santarém, oeste do Pará — Foto: Adonias Silva/G1/Arquivo

Ainda sem data prevista para entrar em atividade em Santarém, oeste do Pará, a empresa Bry Usa Serviços de Tecnologia Ltda, com sede na Asa Norte, em Brasília, é a vencedora da licitação realizada em 22 de setembro deste ano, para o serviço de operação de sistema de comercialização eletrônica de passagens e monitoramento operacional do sistema de transporte público de passageiros.


A empresa vencedora da licitação foi aberta em 22 de janeiro de 2019 e tem como principal atividade: Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda.


A venda de passagens do transporte público é feita pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Santarém e Belterra (Setrans), mas o município alega que não tem gestão, controle e nem informações sobre o sistema de bilhetagem eletrônica da entidade, uma vez que não tem acesso ao sistema.


A empresa vencedora da licitação terá de arcar com fornecimento de equipamentos, por regime de comodato, para a operacionalização dos sistemas.


O prazo de vigência da contratação será de três anos, contados da data de expedição da Ordem de Serviço por parte da SMT, prorrogável conforme previsão no instrumento contratual ou no termo de referência.


Conforme o edital, o serviço de pagamento eletrônico e controle de monitoramento operacional do transporte coletivo urbano proposto pela Prefeitura de Santarém busca a implantação, operação e manutenção do sistema de bilhetagem eletrônica, o controle cadastral e a emissão dos cartões, assim como comercialização dos vales-transportes, nos termos da legislação específica vigente, ao qual o Poder Público deverá ter amplo acesso ao sistema para fins de fiscalização e monitoramento.

O G1 fez contato com a Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) para saber se o contrato com a Bry USA já oi assinado e quando a empresa começa a fazer a bilhetagem eletrônica das passagens do transporte público de Santarém, mas até a publicação desta reportagem não havia obtido resposta.

Por G1 Santarém 

Nenhum comentário