Header Ads




Ministro do STF manda soltar secretário e mais cinco presos da SOS no Pará

Crédito: Agência Pará

O ministro Dias Toffoli do Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de determinar a soltura do titular da Secretaria de Estado de Transporte (Setran), Antônio de Pádua Andrade, e mais cinco presos na operação SOS, deflagrada pela Polícia Federal (PF), em conjunto em conjunto com Controladoria-Geral da União (CGU) e a Polícia Civil de São Paulo, na semana passada.

A decisão tira da prisão temporária Parsifal de Jesus Pontes, Peter Cassol Silveira; Nicolas André Tsontakis Morais e Nicholas André Silva Freire.

Além de Leonardo Maia Nascimento, cuja defesa foi quem entrou com habeas corpus, com pedido de liminar, no STF, cuja decisão acabou favorecendo os demais.

A prorrogação da prisão temporária dos acusados já havia sido decidida pelo STF, cumprida no último dia 29 e com prazo encerraria nesta quarta-feira, 7. A decisão, porém, foi derrubada por Dias Toffoli.

A investigação compreende entre agosto de 2019 até maio de 2020. Nesse período, 12 contratos celebrados entre o Governo do Pará e Organizações Sociais ligadas ao grupo investigado foram distribuídos, totalizando o valor de R $ 1,2 bilhão.

*Fonte: Blog do Jeso

Nenhum comentário