Header Ads




Capitão da PM preso com drogas em Óbidos perde patente em decisão unânime do TJPA

Marcel de Jesus Duarte Wanzeler foi preso em 2018. Ex-capitão tinha drogas guardadas em seu gabinete e disponibilizou uma viatura descaracterizada para ficar “à disposição” da esposa.
Capitão Marcel Wanzeler assumiu o comando da 29ª CIPM de Óbidos em 5 de outubro de 2017 — Foto: Reprodução/Rede Social

O capitão da PM preso em 2018 com drogas foi considerado indigno de permanecer no oficialato da Polícia Militar do Pará pelo Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA). Marcel de Jesus Duarte Wanzeler era comandante 29ª CIPM de Óbidos, no oeste do Pará.

A decisão que oficializou a perda da patente e todos os direitos consectários, de acordo com legislação em vigência do agora ex-militar aconteceu na segunda-feira (23) e foi proferida em reunião da Seção de Direito Penal do TJPA.

O processo investigava o envolvimento do ex-militar com o tráfico de drogas. No gabinete dele, foram encontrados mais de 5 KG de drogas, além de balança de precisão. Além disso, o até então comandante, cedeu uma viatura da PM descaracterizada para ficar à disposição dos interesses particulares da esposa.
Droga apreendida no armário do capitão Marcel Wanzeler já foi periciada pelo CPC em Santarém — Foto: Polícia Militar/Divulgação

O ex-capitão não informou aos seus superiores nem à polícia civil sobre qualquer tipo de apreensão e armazenamento de drogas em seu gabinete, reforçando ainda mais denúncias anteriores feitas contra ele por envolvimento com o tráfico de drogas.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário