Header Ads




Produção de cacau paraense em 2020 deve crescer 10% mais que o ano anterior, porém a mandioca vai reduzir em 2,6%

Safra agrícola brasileira tem previsão de 4,4% maior que em 2019, aponta IBGE
Produção de cacau em Medicilândia/PA - Crédito: Reprodução - Agência Pará

A safra de 2020 na agricultura brasileira tem previsão de 252 milhões de toneladas em produção, segundo a revisão de outubro do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado nesta terça-feira, 10, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O cacau produzido no solo paraense tem previsão de 142 mil toneladas, alta de 10% em relação a 2019.

O resultado nacional apresenta um aumento 4,4% superior à safra de 2019 (241,5 milhões de toneladas). Arroz, milho e a soja somados representam 92,6% da estimativa da produção e respondem por 87,1% da área a ser colhida.

No Pará, além do cacau, alguns produtos apresentam previsão de aumento de safra, entre eles, a soja deve fechar o ano com produção de 1,86 milhões de toneladas, aumento de 4,5% em relação a 2019.

A safra da banana tem previsão de 401 mil toneladas, alta de 4,9% no mesmo período.

Já a mandioca apesar de ser o produto com maior participação na produção nacional deve ter queda de 2,6%, em 2020, com previsão de 3,81 milhões de toneladas.

Entre os principais fatores que explicam a alta na previsão agrícola paraense estão o aumento na área plantada de 1,41 milhões de hectares, em 2019, para 1,45 milhões de hectares, em 2020; os investimentos privados e públicos em assistência técnica e em tecnologias ao agronegócio e à agricultura familiar; e as característica do clima e solo paraenses.

Fonte: IBGE/PA/ Roma News 

Nenhum comentário