Header Ads




Antônio Aguiar é diplomado vereador de Mojui dos Campos


Crédito: Reprodução Sociais

Prometendo diálogo, humildade e serenidade, o ex secretário de Mobilidade Urbano, Antônio Aguiar foi diplomado vereador de Mojui dos Campos, em cerimônia realizada na manhã desta sexta-feira (18), no Salão do Tribunal do Júri, do Fórum de Santarém. Eleito pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Na cerimônia, todos os vereadores, prefeito e vice prefeito eleitos, também foram diplomados.

Antônio Aguiar assumirá uma das 11 cadeiras na Câmara Municipal no próximo dia 1° e vem dialogando com lideranças e com as comunidades para definir as primeiras diretrizes do seu mandato.

Antônio Aguiar foi eleito com 473 votos do eleitorado mojuiense. O parlamentar é conhecido por manter uma forte atuação em áreas como saúde, educação, mobilidade urbana e por defender as comunidades da área urbana e da zona rural de Mojui dos Campos.
Antônio Aguiar exibe, com orgulho, o diploma de vereador, que oficializou o início da sua carreira política

Por fim, exibiu, com orgulho, o diploma que oficializou sua vitória nas urnas, dando início, assim a uma promissora carreira política, que tem tudo para se reverter em benfeitorias para o povo.

Antônio Porto de Aguiar, 51 anos, filiado ao PSDB, foi eleito com 473 votos. Antônio é natural de Santarém e morador do bairro Vila Nova em Mojuí dos Campos. O vereador tem ensino médio completo e não declarou bens a Justiça Eleitoral. Antônio Aguiar já disputou duas eleições anteriores, em 2012 pelo Democratas recebeu 260 votos e em 2016 pelo PPS recebeu 321.

Sobre a diplomação

Diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. Nessa ocasião, ocorre a entrega dos diplomas, que são assinados, conforme o caso, pelo juiz de Direito, diretor do Foro Eleitoral, representando o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Segundo o Código Eleitoral (art. 215, parágrafo único), no diploma devem constar o nome do candidato, a indicação da legenda sob a qual concorreu, o cargo para o qual foi eleito e, facultativamente, outros dados a critério do juiz.
Segundo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo.

Blogdocarpê 

Nenhum comentário