Header Ads




Michel Temer volta ao centro do palco


Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Recentemente, Michel Temer se reuniu com o governador de São Paulo, João Doria, manteve conversas com candidatos à presidência da Câmara e do Senado e foi procurado pelo presidente Jair Bolsonaro, com quem deve ter um encontro nos próximos dias.

Aos 80 anos, o ex-presidente Michel Temer voltou às rodas do poder. O ex-presidente é tratado pelo governo como um personagem central para emplacar uma estratégia de ampliar seu leque de apoio político e pavimentar o caminho para a reeleição, em 2022.

Temer foi até sondado a ocupar um ministério no governo de Jair Bolsonaro. A proposta, recebida de maneira oficiosa, foi transmitida por Flávio Rocha, secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência e braço direito de Bolsonaro. Em conversa recente, Rochinha indagou o ex-presidente s ele aceitaria assumir o Itamaraty, hoje ocupado por Ernesto Araújo.

A solução destravaria dois nós do governo: poderia ser uma solução para levar o MDB, partido tido como independente, para a órbita da aliança com Bolsonaro, ao mesmo tempo em que limaria Araújo do cargo, tirando de cena um importante foco de instabilidade dentro do Executivo.

O ex-presidente Temer ajudaria na construção de pontes com o novo presidente norte-americano, Joe Biden, com quem se reuniu algumas vezes enquanto era vice-presidente da República, e apaziguar os ânimos com a China.

Nenhum comentário