Header Ads




Onça suçuarana foge de zoológico em Santarém e ex-funcionário é ‘convocado’ para auxiliar nas buscas

Biólogo Sidcley Matos, que cuidou do animal quando o mesmo foi integrado ao zoológico, orienta que moradores não tentem nada contra a onça e que se afastem.
Onça Suçuarana fugiu na segunda-feira (14) — Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma onça suçuarana (ou onça-parda, como também é conhecida) fugiu da jaula do zoológico de Santarém, no oeste do Pará, na segunda-feira (14). Para auxiliar nas buscas, o biólogo Sidcley Matos, ex-funcionário da instituição foi “convocado”. O especialista foi o primeiro profissional que cuidou da onça quando ela foi resgatada.

Além do biólogo, funcionários do zoológico da Unama, Polícia Ambiental e Secretaria Municipal de Meio Ambiente estão na equipe de buscas pelo animal. Tudo indica que o “Zoinho”, nome da onça, esteja nas matas do bairro Matinha.

A onça é um macho adulto, com cerca de 9 anos de idade. Zoinho, foi resgatado em Oriximiná, junto com um irmão.

De acordo com o biólogo Sidcley Matos, o animal é um felino com comportamentos noturnos de caça, por isso é raro encontrar a onça caçando durante o dia.

“Durante a noite a atividade desses animais são intensas. As presas principais são veados, mamíferos pequenos. O contato com o ser humano é pouco raro, pois quando esses animais veem os seres humanos eles tendem a fugir. A orientação é ao avistar o animal, se afastar e acionar os órgãos competentes para que seja feito o resgate”, disse Sidcley.

Nota

O ZOOUNAMA – Zoológico da UNAMA informa que, nesta segunda-feira, 14, registrou a fuga de um felino macho e adulto da espécie suçuarana. Zoinho, como é conhecido por todos, é cuidado no ZOO desde 2011, quando chegou ainda filhote ao local, vítima de maus tratos.

A equipe do Zoológico realizou buscas em toda área interna para verificar se o animal estava por perto e acionou os órgãos ambientais (Polícia Ambiental, SEMMA, Corpo de Bombeiros e IBAMA) e estão, junto com as equipes de tratadores e veterinários do Zoológico, realizando buscas pela região.

Ressaltamos que todos os nossos esforços estão direcionados em resgatar o animal.

Por Dominique Cavaleiro, G1 Santarém — PA

Nenhum comentário