Header Ads




Polícia Civil deflagra operação e cumpre mandados contra crimes de furto de energia elétrica em Santarém

Ao menos dois empresários foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil após denúncias de furto de energia.
Credito: Reprodução sociais

Um operação em combate ao furto de energia elétrica em Santarém, oeste do Pará, foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (14). Ao menos dois empresários já foram conduzidos a 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, após constatação de "gatos" em suas empresas.

De acordo com o superintendente regional de Polícia Civil do Médio e Baixo Amazonas, delegado Jamil Casseb, equipes ainda estão nas ruas e mais gente pode ser levada à seccional por furto de energia.

"Em geral, essas pessoas que são flagradas nessas operações já foram notificadas algumas vezes pela concessionária de energia, mesmo assim insistiram em persistir nessa prática delituosa. E não é justo que um comerciante que trabalha na legalidade seja penalidade porque o seu vizinho se utiliza do furto de energia para pagar menos pela conta de energia", disse delegado Jamil Casseb.

A operação conta com um perito do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, que atesta se a ligação tem dispositivo para furto de energia.

Por meio de nota, a Equatorial Pará informou que em todo o Pará, só neste ano, já foram regularizados mais de 123 mil ligações irregulares.

A empresa reforça que as ligações clandestinas de energia elétrica além de serem crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, podem gerar diversos prejuízos à sociedade como interrupção no fornecimento e oscilações no nível de tensão, além de causar acidentes graves e fatais como curtos-circuitos e morte por eletrocussão.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário