Header Ads




Após proibição do Pará, prefeito de Manaus diz que se fosse governador fecharia fronteira do Amazonas aos paraenses


Crédito: Dhyeizo Lemos/Semcom

Após o anúncio do governador do Pará Helder Barbalho sobre o fechamento das barreira com o estado do Amazonas, o prefeito de Manaus, David Almeida, afirmou que o mesmo deveria ser feito pelo governador Wilson Lima (PSC).

David disse que ficou surpreso com a medida de Helder Barbalho, principalmente porque muitos paraenses utilizam o atendimento da rede de saúde do Amazonas. Ele lembrou que a atitude é delicada, em virtude de muitos moradores do Pará receberem atendimentos hospitalares em unidades instaladas em municípios do Amazonas, citando como exemplo Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). Além disso, uma parte desses pacientes também é atendida nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e hospitais de Manaus.

“Não sou governador do Amazonas, eu sou o prefeito de Manaus. Porém, se fosse governador, aplicava o princípio da reciprocidade com relação à atitude do governador do Pará, até porque, muitos dos pacientes que atendemos nas nossas unidades de saúde de Manaus e na cidade de Parintins, são pacientes vindos do estado vizinho”, disse.

A sugestão do prefeito ao governador do Amazonas é emitir um decreto aplicando o princípio da reciprocidade, fechando, assim, a divisa territorial do Amazonas com o Pará.

Por Roma News 

Nenhum comentário