Header Ads




Caixa libera último saque do auxílio para novo grupo; confira as datas


Crédito: Agência Brasil 

A Caixa libera nesta segunda-feira, 11, saques e transferências das últimas parcelas do auxílio emergencial para aniversariantes de maio que não são do Bolsa Família. Os beneficiários já haviam recebido os dois últimos depósitos no aplicativo Caixa Tem em 29 de novembro e 17 de dezembro.

Quem tem direito ao auxílio mas não está inscrito no Bolsa Família recebeu nos chamados ciclos de pagamento da Caixa. A cada ciclo, todos receberam pelo menos uma parcela, independente de qual seja. O cronograma avança conforme o mês de nascimento do beneficiário.

O calendário é dividido em duas etapas. Na primeira, o dinheiro foi depositado na poupança digital e, desde então, está disponível apenas para pagamentos e transações pelo aplicativo Caixa Tem. Na segunda etapa o auxílio é liberado para saques e transferências.

A data da liberação para saques e transferência é a mesma para os ciclos 5 e 6. Isso significa que, quando chegar o dia da autorização, o beneficiário poderá sacar ou transferir todo o dinheiro que sobrou das últimas parcelas do auxílio. 
A quantidade de parcelas total a que a pessoa teve direito depende do mês em que ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300. Confira:

1ª em abril: 9 parcelas
1ª em maio: 8 parcelas
1ª em junho: 7 parcelas
1ª em julho: 6 parcelas
1ª a partir de agosto: 5 parcelas
Mulheres chefes de família tiveram direito a duas cotas.

Portanto, as cinco primeiras par foram de R$ 1.200, enquanto as quatro últimas foram de R$ 600. Beneficiários do Bolsa Família já receberam todas as parcelas A Caixa pagou entre 10 e 23 de dezembro a última parcela do auxílio emergencial aos beneficiários do Bolsa Família que têm direito ao benefício.

Em dezembro, o grupo do Bolsa Família também passou a receber o dinheiro em poupança digital pelo aplicativo Caixa Tem. A última parcela ainda pode ser sacada com o cartão do programa, com o Cartão Cidadão, ou gerando um código virtual (token) pelo aplicativo Caixa Tem. Como não houve prorrogação do auxílio emergencial para 2021, os beneficiários voltam a receber apenas o valor do Bolsa Família a partir de 18 de janeiro.

com informações Uol

Nenhum comentário