Header Ads




Pacientes com suspeita de Covid-19 são transferidos de Faro para hospitais de Santarém e Juruti

Transferência é feita pelo transporte aeromédico e barco hospital Papa Francisco.
Chegada de paciente de Faro para tratamento da Covid-19 no HRBA, em Santarém — Foto: Jean Silva/Tv Tapajós

Atualização - Pacientes com suspeita de Covid-19 que estavam internados no distrito Nova Maracanã e na UBS Morumbi em Faro, oeste do Pará, estão sendo transferidos para hospitais de Santarém e Juruti. No fim da tarde desta quinta-feira (21), seis pacientes, sendo 2 para UTI e 4 para clínica médica deram entrada no Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém. Outros nove pacientes foram no barco hospital Papa Francisco para o Hospital 9 de Abril, em Juruti.

Cinco pacientes que estavam em situação mais crítica foram retirados da Unidade Básica de Saúde (UBS) do distrito, que estava funcionando no improviso, sem muitos recursos de suporte de oxigenação, para leitos de estabilização do barco hospital Papa Francisco que foi deslocado para Nova Maracanã na terça-feira (19), após o registro de mortes de moradores da comunidade, sendo quatro da mesma família com sintomas da Covid-19.

O desespero de moradores e familiares de moradores de Nova Maracanã por meio das redes sociais chamou a atenção do governador Helder Barbalho (MDB), que esteve no distrito na manhã desta quinta-feira, para acompanhar os atendimentos médicos a pessoas com casos suspeitos de Covid-19 no barco Papa Francisco e na unidade básica de saúde.

Um dos depoimentos que mais chamou a atenção nas redes sociais e mostrou o caos vivido pelos moradores de Nova Maracanã nos últimos dias, por falta de oxigênio para os doentes com dificuldade respiratória foi da jovem Zaynny Paulain, que perdeu a bisavó, a avó, o pai e a mãe num curto espaço de tempo.

"Por favor Deus faça com que chegue esse oxigênio, vidas estão em jogo...Já perdi duas pessoas, ainda tem meus pais, meus tios, familiares e amigos, pessoas que estão precisando. Me ajudem compartilhando para que possam tomar uma providência o quanto antes. É uma filha aflita pedindo ajuda", escreveu Zaynny Paulain em sua página no Facebook no dia 19 de janeiro. No mesmo dia, os pais dela morreram.

Em Faro, após visitar a unidade básica de saúde Morumbi e a unidade básica de saúde de Nova Maracanã, que estão atendendo pacientes com Covid-19 em Faro, o governador Helder Barbalho falou sobre a mobilização para transferência dos pacientes.

"Quero reafirmar a mobilização de todos e a união do Estado com os municípios para salvar a população. Nós estamos num processo, no dia de hoje, de remoção de pacientes dos municípios de Curuá, Oriximiná, Faro, Óbidos e Monte Alegre no intuito de garantir com que haja a redução da lotação do sistema municipal de saúde e garantir com que as pessoas sejam logo atendidas, evitando o agravamento da doença", afirmou o governador.
Governador Helder Barbalho e secretário regional de governo Henderson Pinto acompanhando chegada de oxigênio em Maracanã — Foto: Agência Pará/Divulgação

A prefeitura municipal de Faro informou que nas últimas 24 horas, não houve nenhum óbito no município. O prefeito agradeceu o suporte do governo, que ajudou a estabilizar a situação no município. "É fundamental essa parceria via governo do Estado, devido a nossa localização. Nós dependemos de rios e essa estrutura que o Estado está disponibilizando para transportar pacientes de casos mais urgentes está ajudando a salvar vidas", ressaltou o prefeito de Faro, Paulo Carvalho.

O secretário Adjunto de Saúde Sipriano Ferraz e o secretário regional do Baixo Amazonas Henderson Pinto, também acompanharam a visita. "Nós identificamos, também, pacientes que precisam ser transferidos no início do seu quadro e que estão se agravando nessas cidades que não têm suporte. Então nós mandamos dois helicópteros do Governo do Estado, junto com mais dois aviões a jato, para fazer as transferências desses pacientes para a nossa retaguarda, que é em Itaituba, em Santarém e em Juruti", explicou Sipriano Ferraz.

O município de Faro também recebeu 30 cilindros comprados pela prefeitura através de intermediação do governo do Estado. O governador acompanhou a chegada da carga.

O barco Papa Francisco conta com serviços de triagem de enfermagem, verificação de sinais vitais e oxigenação, atendimento médico, medicamentos, exames de laboratório de hemograma e raio-x, testes rápidos e conta com quatro leitos clínicos para estabilizar pacientes.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário