Header Ads




Pará suspende feriadão de Carnaval e fecha praias e balneários a partir de amanhã; veja todas as medidas restritivas

Novo bandeiramento vale para cinco das seis regiões e prevê ainda proibição de eventos com mais de 50 pessoas e redução da capacidade de restaurantes
Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nesta quinta-feira, 28, durante entrevista coletiva, o governador Helder Barbalho (MDB) anunciou um novo decreto com objetivo de impedir o avanço da segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus na Região Metropolitana de Belém (RMB). A segunda onda da doença chegou ao oeste paraense, divisa com o Amazonas, estado vizinho que enfrenta um colapso no sistema de saúde

O novo decreto tornou mais duras as medidas restritivas contra a covid-19 e entrará em vigor nesta sexta-feira, 29. O documento estabelece que as medidas terão, inicialmente, 15 dias de duração. A partir de amanhã, todo estado entrará em bandeira laranja, com exceção da Calha Norte que continuará em bandeira vermelha.

Veja as principais mudanças:

- Ficam suspensos os pontos facultativos do chamado feriadão de Carnaval nos dias 15 e 17 de fevereiro; além do fechamento de praias e balneários;

- Eventos e reuniões, incluindo os religiosos, ficam limitados a capacidade máxima de 50 pessoas, atendendo aos protocolos de segurança;

- Restaurantes só podem funcionar com lotação de 50% da capacidade;

- Consumo de bebidas alcoólicas fica permitido somente até as 22h, sendo que estabelecimentos podem permanecer abertos até 24h;

- Os clubes devem restringir as atividades esportivas coletivas com mais de duas pessoas;

- Aulas nas escolas públicas seguem suspensas;

- Escolas privadas permanecerão abertas, prestigiando sistema de ensino remoto, escalonamento e rodízio de alunos em dias e turnos;

- Academias e salões de beleza só podem funcionar com hora marcada e, no caso das academias, sem aulas coletivas;

- O serviço público passa a funcionar em horário especial de 9h às 15h

- Nos supermercados, fica limitado o acesso de apenas uma pessoa por família

- Apresentações musicais ficam restritas a dois artistas

Fonte Roma News 

Nenhum comentário