Header Ads




Trabalhadores da Ford protestam contra encerramento de fábrica na Bahia

Ontem, 11, a empresa anunciou o término da produção de veículos em suas fábricas brasileiras após um século
Crédito: Divulgação/Ford

Na manhã desta terça-feira, 12, trabalhadores da Ford realizaram um protesto contra o encerramento das atividades da fábrica da montadora em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. Ontem, 11, a empresa anunciou o término da produção de veículos em suas fábricas brasileiras após um século.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia, Júlio Bonfim, durante uma reunião com o presidente da Ford na América do Sul, a empresa informou que a decisão de encerramento da produção foi tomada por causa da instabilidade econômica do Brasil.

“Ontem eu tive uma convocação por parte da Ford e nessa reunião, eu esperava que a tratativa era referente aos 460 trabalhadores da Ford que estavam suspensos por contrato em lay-off [suspensão temporária]. Mas fomos surpreendidos por um anúncio, por parte do presidente América do Sul, informando da instabilidade econômica do país e a incerteza econômica do país por parte do governo federal, isso dito pelo próprio presidente América do Sul da Ford. E também a questão do coronavírus impactou diretamente no encerramento das atividades da Ford", disse o presidente sindical.

O Ministério da Economia afirmou, por meio de nota, que lamenta a decisão global e estratégica da Ford de encerrar a produção no Brasil. Disse ainda que a decisão da montadora destoa da forte recuperação observada na maioria dos setores da indústria no país; que muitos registram resultados superiores ao período pré-crise.

Com informações do G1

Nenhum comentário