Header Ads




Alcoa viabiliza usina de oxigênio para Juruti

Estrutura garante maior suporte em assistência aos pacientes internados com Covid-19 no Hospital 9 de Abril e no Municipal Francisco Rodrigues Barros
Foto: Reprodução 

Neste período em que sofremos com os efeitos do agravamento dos casos de Covid-19 na região amazônica, a Alcoa continua apoiando a população de Juruti. A empresa acaba de contratar a locação de uma usina de geração de gases medicinais com capacidade de produção de 480 m³/dia de oxigênio. A usina gerará oxigênio equivalente ao consumo médio diário dos dois hospitais de Juruti: o Hospital 9 de Abril e o Hospital Municipal Francisco Rodrigues Barros. A usina chegou em Juruti hoje (20) e será montada pelo próprio time de profissionais da Alcoa com suporte da White Martins.

“A usina deve reduzir a dependência de Juruti em relação ao mercado de oxigênio e vai aumentar a autonomia dos leitos clínicos e de UTI, garantindo o funcionamento de ventiladores pulmonares e outros equipamentos que são fundamentais aos pacientes mais graves. Porém, é importante que o município adquira cilindros adicionais para picos de necessidades emergenciais de oxigênio”, destaca o gerente-geral da Alcoa Juruti, Genesis Costa.

Além da usina, a Alcoa tem atuado em parceria com diversas instituições e entidades para garantir assistência necessária aos pacientes internados com Covid-19. A empresa integra o “Projeto Juruti contra a Covid-19”, executado pelo Instituto Juruti Sustentável (IJUS), Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e outros parceiros com foco em medidas de prevenção e educação. No mês de janeiro, em parceria com o Governo do Pará, a Alcoa garantiu a logística de abastecimento de oxigênio, realizando o transporte de 135 cilindros aos municípios da região da Calha Norte.

De acordo com o gerente geral da Alcoa, Genesis Costa, desde que foi confirmada a pandemia, a Companhia vem mobilizando esforços para fortalecer a estrutura de saúde em Juruti. “A união e a solidariedade são essenciais para superarmos esse momento. Desde o início da pandemia, a Alcoa está junto à comunidade, tanto para fortalecer a estrutura de saúde e garantir o enfrentamento direto da Covid-19 em Juruti, quanto para a ajuda humanitária a famílias em vulnerabilidade, doando cestas básicas e kits de higiene”, destaca Genesis Costa.

Mais de R$ 1,9 milhão foram alocados pela empresa na aquisição de itens médicos, contratação de médicos intensivistas e entrega de 32 novos leitos ao Hospital 9 de Abril. A Alcoa também investiu no fortalecimento do diagnóstico da Covid-19, oferecendo suporte ao Laboratório de Biologia Molecular do Baixo Amazonas (Labimol), da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Além disso, a empresa apoiou ações do Barco-Hospital Papa Francisco, que realiza atendimentos de saúde na região ribeirinha.




Blogdocarpê com informações Ascom Alcoa

Nenhum comentário