Header Ads




Consumidores pagarão R$ 3,1 bi a mais nas contas de luz para cobrir o déficit de 2020

O valor é reflexo da suspensão da bandeira tarifária devido à pandemia do novo coronavírus
Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

As contas de luz serão mais caras neste ano, o motivo deve-se à paralisação, em 2020, da bandeira tarifária - sistema que aplica cobrança adicional sempre que o custo da produção da energia aumenta - suspensa por seis meses por decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) com objetivo de aliviar os impactos da pandemia na economia do Brasil.

De acordo com dados da Aneel, os consumidores brasileiros terão que pagar R$ 3,1 bilhões a mais nas contas de luz. O objetivo é justamente que esse dinheiro pague pelo uso mais intenso das termelétricas, usinas que geram energia mais cara.

A cobrança foi retomada em dezembro e, desde então, tem encarecido as contas de luz dos brasileiros. Neste mês de fevereiro, vigora a bandeira amarela, que aplica taxa extra de R$ 1,34 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Segundo a Aneel, o custo a ser coberto pelas bandeiras tarifárias em 2020 foi de R$ 4,45 bilhões. Entretanto, foram arrecadados somente R$ 1,33 bilhão.
Com informações do G1

Nenhum comentário