Header Ads




Gasolina tem quarto reajuste a partir de amanhã; diesel também aumentou


Crédito: Agência Brasil

Nesta quinta-feira (18), a Petrobrás anunciou mais um aumento dos preços de venda às distribuidoras da gasolina e diesel, que entram em vigor a partir de amanhã (19). Esta já é a quarta vez que o preço da gasolina subiu em 2021. O diesel sofreu três reajustes no mesmo período.

De acordo com o novo anúncio, a Gasolina terá aumento na refinaria de 10,2%; o Óleo Diesel de 15,1%. O Balanço efetuado pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômico do Pará (DIEESE) com base em dados da Agência Nacional do Petróleo mostra que após o último reajuste de preços, ocorrido no dia 08 de fevereiro, o litro da Gasolina foi comercializado em média na capital paraense por R$ 4,83 com o menor preço a R$ 4,67 e o maior a R$ 5,09. Já o Diesel foi comercializado em média por R$ 4,13 com o menor preço a R$ 3,79 e o maior a R$ 4,39. Em dezembro, a gasolina custava em média R$ 1,84 e o diesel saía a R$ 2,02.

Em nota, a Petrobras comunicou que o alinhamento "é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”. Como justificativa, a estatal também usou como argumento a alta dos preços internacionais do petróleo, que na última quarta-feira (17), registrou seus maiores níveis desde janeiro do ano passado. O barril do tipo Brent fechou em alta de 1,6%, a US$ 61,14, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) avançou 1,8%, para US$ 61,14. Para amenizar, a Petrobrás também afirmou que "Em ambos os casos, os preços médios no Brasil (para gasolina e diesel) estão abaixo dos preços registrados no Chile, Argentina, Peru, Canadá, Alemanha, França e Itália", acrescentou.

Com informações do G1 e DIEESE/PA

Nenhum comentário