Header Ads




Justiça pede explicações a vereador eleito com gasto e receita zero em Belterra

Relison Silva teve 210 votos – a menor votação entre os eleitos para o cargo no município 

Relison Silva com o diploma de vereador eleito com gasto zero em Belterra. Agora no encalço da Justiça Eleitoral. Foto: Divulgação/FacebookA Justiça Eleitoral expediu intimação a um dos 11 vereadores eleito em Belterra (PA) pelo fato dele ter declarado ter zero de receita e gasto na sua prestação de contas. A façanha foi revelada pelo Blog do Jeso em janeiro deste ano.

Mecânico, Relison Silva teve 210 votos – a menor votação entre os eleitos para o cargo no município. É filiado ao PSB. O mais votado, Jonas Palheta (DEM), teve 559 votos.

A intimação foi expedida nesta quarta-feira (3). É assinada pelo chefe de Cartório da 104ª Zona Eleitoral, Alexandre Pereira Alves.

O vereador tem 3 dias, a contar da notificação, para se manifestar sobre sua sua prestação de contas “apresentada sem movimentação financeira ou estimável em dinheiro”, sendo que “a campanha eleitoral resultou na obtenção de votos”.
“Sob pena de preclusão”, ressaltou o cartorário. Preclusão é a perda do direito de manifestação no processo, seja do autor, do réu ou de terceiros, por ausência de realização do ato processual no momento oportuno.

“Ele fez campanha centrada no Amapá [comunidade belterrense] e comunidades vizinhas. Não gastou realmente nada”, disse ao Blog do Jeso Arielton Silva, contador e candidato a prefeito pelo PSB em novembro passado, tendo ficado em 3º lugar entre os 5 concorrentes ao cargo.

“Relison só gastou mesmo foi sola de sapato”.

Fonte Blog do Jeso 

Nenhum comentário