Header Ads




Mesmo com lockdown, AM tem média de 550 pessoas esperando leito hospitalar

Crédito: Prefeitura de Manaus

O Amazonas registra a pelo menos duas semanas uma média diária de 557 pessoas à espera de um leito hospitalar. Neste mesmo período, a média diária de pacientes aguardando em estado grave uma vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é de 112 doentes, segundo a Fundação de Vigilância em Saúde.

Na quinta-feira, 4, havia 528 pessoas aguardando por leito em todo o estado, 154 delas precisavam ser transferidas para UTIs. Essa foi a maior fila já registrada desde a explosão de casos de covid-19 em janeiro.

A lista de espera por leito se mantem alta mesmo após um decreto de lockdown, que entrou em vigor no dia 23 de janeiro, e as transferências de pacientes do Amazonas para outros estados.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, entre os dias 15 de janeiro e 4 de fevereiro, ocorreram 472 remoções de pacientes com necessidades de internação clínica. A média de mais de 500 pessoas na fila de espera é registrada justamente dentro do período que iniciaram essas transferências.

Ainda de acordo com a secretaria, do total de remoções de pacientes, 154 receberam alta hospitalar e 28 morreram fora do estado.

Fonte:UOL.

Nenhum comentário