Header Ads




Vídeo: motorista de prefeitura coloca a mão em vagina de mãe de paciente

O motorista cobrava favores sexuais para levar a mulher para buscar remédios para o filho dela na capital
Crédito: Reprodução

motorista da prefeitura de Manacapuru (AM) foi denunciado por cobrar favores sexuais para transportar uma mãe, em busca de remédios gratuitos para o filho, que sofre de transtorno afetivo bipolar. O crime está repercutindo nacionalmente.

A denúncia foi feita pela própria vítima, que apresentou vídeos que provam os abusos. Moradora da cidade de Manacapuru, a mulher não tem condições de comprar um dos remédios que seu filho precisa e depende do SUS. A mãe precisa ir a Manaus buscar o medicamento de forma gratuita. O motorista, que deveria fazer o serviço de forma gratuita, aproveita a fragilidade da mulher e exige sexo durante a viagem.

A vítima disse que cedia pelo filho, mas que não suportava mais as humilhações e resolveu denunciar os abusos. Com uma câmera, ela gravou o momento em que o motorista coloca a mão em sua vagina. Assista:

“Sou solteira moro sozinha com meu filho doente mental e esse motorista da prefeitura se prevalece disso pra me cobrar a viagem indo pra cama com ele contra minha vontade, meu Deus é horrível sinto muito nojo dele na hora do ato, mas me submeto por causa do meu filho que necessita desse remédio caro”, disse a mãe em um desabafo publicado na internet. Leia na íntegra:

“Boa noite a todos. Olha eu quero fazer um pequeno desabafo com vcs pq moro bem dizer sozinha e não tenho com quem conversar entende? Eu tenho um filho de 20 anos q tem um problema mental chamado: transtorno bipolar afetivo. Não pode ficar sem os remédios dele q já muda logo de humor, fica com raiva me responde mal, não dorme a noite etc.

Aí ele toma três qualidades de remédio. Um deles custa 140 reais uma caixa. Os outros dois são mas barato dou meu jeito de comprar. Mas esse de 140 eu pego lá em Manaus no CEMA, mas sou muito humilhada pq quem me leva lá pra pegar esse remédio pro meu filho é um cara que é motorista da prefeitura aqui de Manacapuru, ele trabalha no carro que conduz as pessoas q não tem condições de pagar uma passagem até Manaus assim como no meu caso né. Aí eu vou com esse cara mas em troca ele quer q eu faça sexo com ele, vcs estão me entendendo?

É horrível ter que se submeter tamanha humilhação pra poder ir até Manaus buscar um remédio pro meu filho poder mater a calma e dormir bem a noite. Me sinto muito mal por isso.

Sou solteira moro sozinha com meu filho doente mental e esse motorista da prefeitura se prevalece disso pra me cobrar a viagem indo pra cama com ele contra minha vontade, meu Deus é horrível sinto muito nojo dele na hora do ato,? mas me submeto por causa do meu filho q necessita desse remédio caro e só dão grátis lá no CEMA em Manaus, mas pra eu conseguir tenho q passar por tudo isso meu Deus me sinto um lixo?Meu filho é tudo q eu tenho e faço qualquer coisa pra vê ele calmo e dormindo bem a noite toda. Vou lá no CEMA todos os meses pegar esse remédio, amanhã vou ter q ir de novo tô muito mal aqui pq vou ter q ceder pra esse cara de novo pra poder ele me levar lá em Manaus. Gente isso é muito terrível e humilhante pra mim.? me desculpem o desabafo ta? É pq tô muito sufocada, não tenho com quem conversar desabafar, tô muito mal mesmo por isso, me desculpem, mas eu precisava mesmo relatar isso pra vcs.”.


DEMITIDO

Após a repercussão do caso, a prefeitura de Manacapuru emitiu um comunicado onde informa que demitiu o profissional assim que soube dos crimes. A gestão da cidade disse que está colaborando com a justiça.

Fonte Dol

Nenhum comentário