Header Ads




Câmara volta a ter sessões remotas para conter proliferação da Covid-19 no Palácio Tapajós

Câmara havia retomado sessões presenciais no dia 8 de maio, mas há alguns dias três vereadores testaram positivo para Covid-19.
Câmara de Vereadores em Santarém — Foto: G1

Portaria 011/2021 baixada pelo presidente da Câmara Municipal de Santarém, oeste do Pará, vereador Ronan Liberal Jr (MDB) determina a realização de sessões de forma remota. A medida começou a valer já na terça-feira (30) por no período de 14 dias (prorrogáveis), como forma de frear o avanço da Covid-19 no Palácio Tapajós.

As sessões presenciais haviam sido retomadas no dia 8 de março, mas nos últimos dias, três vereadores (Carlos Silva, Didi Feleol e Alexandre Maduro) testaram positivo para Covid-19, inclusive o vereador Didi Feleol está internado no Hospital de Campanha de Santarém.

De acordo com a presidência da Casa, ainda está em vigor a Portaria 005/2021, que determina expediente entre os servidores da Câmara em formato de revezamento, dentro das possibilidades e necessidades, demandadas pelos responsáveis de cada setor e gabinete, além das observações acerca dos colaboradores que estiverem nos grupos de risco.

Quadro clínico

De acordo com nota da assessoria do vereador Didi Feleol, o estado de saúde do parlamentar é estável. Ele segue internado no hospital de campanha do município, respondendo positivamente aos procedimentos médicos.

"Feleol não sente febre e dores no corpo, se submeteu a exames na noite de segunda-feira (29). Após os resultados dos exames e avaliação, os profissionais da saúde direcionarão as medidas as quais o vereador será submetido para dar seguimento ao tratamento", diz a nota.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário