Header Ads




'Magnífico', diz Alok após conhecer zoológico que desenvolve projeto de preservação a peixes-boi em Santarém

Artista, que tem projeto social que fomenta o empreendedorismo jovem, estuda parceria com instituição para proteção de animais silvestres.
Alok e arara azul durante visita a zoológico em Santarém, no PA — Foto: Tracy Costa/G1

DJ Alok, conhecido internacionalmente pelo trabalho na música esteve na tarde desta quarta-feira (28) no ZooUnama, em Santarém, no oeste do Pará. A visita aconteceu após convite de Janguiê Diniz, amigo e fundador do Grupo Ser Educacional, responsável pela administração do zoológico.

Assumidamente apaixonado por animais, Alok ficou encantado com o projeto "Peixe-Boi", que desenvolve um trabalho de preservação da espécie na região oeste do Pará. Ao G1, o artista contou que já esteve outras duas vezes em Santarém, mas que desta vez a visita foi mais imersiva e especial.

"Tive o privilégio e o prazer de conhecer este lugar que realiza um trabalho incrível, de resgate de animais vítimas de tráfico ilegal, cativeiro e desmatamento, quando esses animais acabam sem ter pra onde ir e sofrem acidentes na área urbana. Aqui os animais recebem os cuidados e eu achei incrível porque eles [biólogos] têm o propósito de tentar ao máximo devolvê-los à natureza, quando não é possível eles ficam aqui, onde têm uma vida mais digna. Fico muito feliz em saber que têm pessoas que trabalham em prol dessa causa", disse Alok.
Alok e arara azul durante visita a zoológico em Santarém, no PA — Foto: Tracy Costa/G1

O artista alertou para importância de se conservar a biodiversidade. "Às vezes as pessoas pegam um animal de forma ilegal e não imaginam que uma arara pode viver mais de 40 anos, por exemplo. Depois acabam abandonando", lamentou o Dj.

O convite para conhecer o zoológico veio com o objetivo de uma possível parceria entre o Instituto Alok, projeto social que fomenta o empreendedorismo jovem, e o "Êxito de Empreendedorismo", que oferta cursos online gratuitos, trabalho voltado aos jovens de escolas públicas que têm objetivo de empreender na vida e nos negócios.
Artista conheceu animais que moram no Zoológico — Foto: Tracy Costa/G1

"O ZooUnama recebe animais que são trazidos pelo Ibama, Corpo de Bombeiros, animais que são encontrados feridos, e nós com muito trabalho e dedicação cuidamos deles aqui. Depois que eles se recuperam a gente devolve pra natureza, esse é um espaço que deve ser cuidado por todos", explicou Janguiê.

O ZooUnama desenvolve trabalhos agregados à iniciação científica, reabilitação de animais e educação ambiental no município de Santarém. O espaço também atua na recuperação de animais, e atualmente ocupa uma área de 149 hectares, e tem em seu ambiente mais de 300 espécies identificadas entre aves, mamíferos e répteis.

O processo de readaptação dos animais costuma durar de três a seis meses. Já foram resgatados um total de 4.691 animais, desde 2007. Atualmente o zoológico cuida de 226 animais entre aves, répteis e mamíferos.

Projeto Peixe-Boi

Peixe-Boi sendo devolvido a natureza em base-flutuante no Rio Amazonas, em Santarém — Foto: ZooUnama/Divulgação

O Projeto Peixe-boi realiza atualmente trabalhos de reintrodução de filhotes órfãos. Desde 2008 o zoológico já salvou mais de 100 mamíferos feridos na região amazônica. Todos os animais mantidos pelo projeto recebem um tratamento especial e ficam em piscinas artificiais adequadas ao tratamento de reabilitação, além de receberem acompanhamento 24h de profissionais altamente qualificados entre biólogos, veterinários e tratadores de animais.

Em Santarém, o projeto também conta com o apoio de uma segunda base localizada na comunidade Igarapé do Costa, relacionada ao estágio final da reintrodução dos animais. A base é composta por piscinas naturais, feitas diretamente nos afluentes do Rio Amazonas e com uma estrutura totalmente adaptável para dar ao animal melhores condições para reabilitação.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário