Header Ads




Pará é terceiro estado onde mortes de policiais por covid-19 superam assassinatos nas ruas

Em 2020, 465 policiais civis e militares da ativa faleceram por causa do coronavírus, mais que o dobro do número de agentes assassinados no Brasil (198)
Crédito: Willian Salles/Agência Pará

A morte de policiais brasileiros por consequências da covid-19 foi maior que o dobro do número de agentes assassinados nas ruas do país em 2020, segundo um levantamento divulgado pelo portal G1 com base em informações coletadas nas polícias Civil e Militar e nas secretarias da Segurança Pública dos 26 estados e do Distrito Federal. O Pará aparece entre os três estados com maior número de óbitos provocados pela doença.

Somente no ano passado, 465 policiais civis e militares da ativa faleceram por causa do coronavírus, mais que o dobro do número de agentes assassinados no Brasil (198). Segundo a pesquisa, um em cada quatro agentes brasileiros foi afastado das atividades em algum momento durante a pandemia por apresentar sintomas, fazer parte de algum grupo de risco ou ter de fato contraído o novo coronavírus.

De acordo com a pesquisa, os estados com mais policiais mortos pela doença foram Rio de Janeiro (65), Amazonas (50) e Pará (49). Segundo o boletim epidemiológico divulgado, ontem, 22, pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), o estado do Pará chegou ao total de 460.306 pacientes que testaram positivo para a doença desde o início da pandemia.

No Brasil, ainda conforme o levantamento, 126.154 policiais foram afastados da função em algum momento, o que representa 25% do total do efetivo no país. O estado com o maior percentual de afastamentos pela doença foi Tocantins: 38% do total Todas as unidades da federação tiveram ao menos um policial morto pela doença no ano passado.

Com informações do G1

Nenhum comentário