Header Ads




Biblioteca Municipal Paulo Rodrigues realiza exposição ‘Santarém: do passado ao presente – 360 anos’


A Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semc) irá promover a exposição “Santarém: do passado ao presente – 360 anos”, no período de 16 a 30 de junho, nas dependências da Biblioteca Pública Municipal Paulo Rodrigues dos Santos (BPMPRS) em homenagem ao aniversário da Pérola do Tapajós.

Segundo a chefe de seção da Biblioteca Pública Municipal, Mira Rêgo, a exposição vai oportunizar o usuário a ampliar o conhecimento sobre a história do município santareno. “Atualmente, o nosso acervo tem 13.800 exemplares, desses 210 são títulos que destacam o município de Santarém. E nessa exposição temos livros dessa coleção expostos para os nossos usuários, principalmente para a pesquisa de pontos da nossa história. Além dos livros, a exposição agrega imagens fotográficas desde aldeia, vila até a atual evolução urbana. Manteremos a exposição obedecendo os protocolos de combate a prevenção da covid-19”, explicou Mira.

Legenda da foto: Exposição terá início nesta quarta-feira, 16. Créditos: Mira. PMS - BPMPRS.

O município de Santarém é o terceiro mais populoso do Estado do Pará, o 7º de toda a região norte e o 83º do Brasil. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2016, o quantitativo populacional aponta 294 mil pessoas. Foi fundada por Padre João Felipe Bettendorf em 22 de junho de 1661. Trinta e seis anos mais tarde, em 1697, ocorreu a inauguração da Fortaleza do Tapajós, em uma colina às margens do rio Tapajós para melhor proteção aos ataques de estrangeiros. A aldeia do Tapajós como era chamada foi elevada a categoria de Vila, em 14 de março de 1758. E a categoria de cidade, em 24 de outubro de 1848.

Legenda da foto: Títulos que fazem parte da coleção santarena. Créditos: Mira Rêgo-Semc - BPMPRS.

Sobre a instalação predial da Biblioteca Pública Municipal:

A Biblioteca Municipal Paulo Rodrigues dos Santos foi implantada em 20 de janeiro de 1967, na época funcionava nas dependências do Theatro Victória, na área central da cidade. Em 1975 foi transferida para o prédio da Casa da Cultura, no bairro Santa Clara. Em 22 de junho de 2006 a Prefeitura Municipal de Santarém em parceria com a Fundação Cargill de Santarém, após seis meses de reforma do prédio, reinaugurou a Biblioteca.

Possui um acervo com aproximadamente 13.800 exemplares. Distribuídos em livros históricos, didáticos, científicos, enciclopédias, mapas, literatura infantil, literatura brasileira e estrangeira, periódicos, obras paraenses, coleção Amazônia, coleção Santarena. Internet gratuita. Ambiente anexo para atividade, lúdico educativas, audiovisuais e telecentro. Desses 760 são exemplares da coleção paraense e 210 da coleção santarena.

Medidas de saúde para visita a biblioteca:

-Acesso do usuário, a partir de 05 anos de idade;

-Evitar aglomeração na entrada da Biblioteca;

-Uso obrigatório de máscara;

-É obrigatória a higienização das mãos com álcool em gel na entrada;

-O acesso não é permitido aos usuários nas estantes, um servidor (a) irá fornecer o livro;

-Controle de acesso por mesa de usuários (02 em cada mesa);

-Não é permitido receber doações nesse período;


Endereço e expediente:

End: Avenida Borges Leal, 1558, bairro Santa Clara. Entre a Avenida Barão Rio Branco e Travessa Silvino Pinto.

Horário: das 08h às 18 horas (segunda a sexta-feira).

Mais informações:

Alciane Ayres - assessora de comunicação da Semc

Contato: (93) 99179-4634 

E-mail: alcianeayres.jornalista@gmail.com


Blogdocarpê 

Nenhum comentário